Economia

Pesquisa entre 300 empresários e autoridades do setor elétrico mostra que somente a desoneração de impostos e tributos da tarifa pode evitar o aumento de preço. Mais de 70% dos empresários e autoridades da área de energia presentes no 4º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico (Enase) acreditam que as tarifas de energia elétrica para o consumidor final brasileiro estão acima do padrão internacional. Para 44% deles, o preço final do insumo deverá subir ainda até 20% nos próximos quatro anos, sendo que 34% estimam que a escalada vá ultrapassar esse valor.

Na opinião dos agentes (94%), a saída para evitar o alto impacto tarifário seria a desoneração dos impostos e encargos da tarifa, que chegam a representar mais de 50% do preço final pago pelo consumidor. Aproximadamente, 64% dos executivos acreditam que o Brasil pode enfrentar uma crise de abastecimento de energia entre 2010 e 2011.

A pesquisa foi concluída no primeiro dia do Enase, evento realizado no Hotel Transamérica, em São Paulo. Cerca de 40% dos empresários e autoridades consultados são de concessionárias públicas de energia, 13% de concessionárias privadas, 5% de produtores independentes de energia, 10% de fornecedores de bens e serviços, 5% de consultorias, 8% de consumidores livres, 2% de associações de classe, 4% de órgãos governamentais e 13% de empresas de outros ramos.

Fator Brasil

Por: Redação

Tags: Economia, Opinião