Estado

Foto: Divulgação

Nesta sexta-feira, dia 7, Miracema é novamente a capital do Estado, como determina a Constituição Estadual. A solenidade de transferência da sede dos poderes foi realizada no auditório do prédio da Universidade Federal do Tocantins (UFT) do município. Diversos deputados, autoridades locais, estaduais e o governador Marcelo Miranda (PMDB), além de moradores prestigiaram a cerimônia que iniciou com o hasteamento de bandeiras e da execução do hino nacional pela banda da Polícia Militar.

Representando a bancada da situação, o deputado Ângelo Agnolin (DEM) foi o primeiro parlamentar fazer pronunciamento e lembrou da importância da cidade para a história do Estado. "Os moradores souberam acolher as pessoas vindas de outras regiões", relembrou. Mas o deputado salientou que Miracema não foi apenas a Capital provisória do Tocantins, "mas também o berço de desbravadores que trouxeram progresso para o norte de Goiás", disse.

Em nome da oposição, falou o deputado Stalin Bucar (PSDB) que destacou seus requerimentos aprovados pela Assembléia Legislativa que solicitam ao governo do Estado pavimentação de ruas e estradas, construção de casas populares e de quadras poliesportivas, além de horas de concessão de máquinas para pequenos agricultores da região. Stalin pediu ao governo atenção especial aos municípios da região que, segundo ele, precisam de grande apoio.

O presidente do Legislativo, deputado Carlos Henrique Gaguim (PMDB), encerrou a cerimônia destacando a importância da participação popular no processo político. "Para mim, vocês são o diamante do Tocantins, o que há de mais precioso", declarou, referindo-se à população presente no evento. Ele convidou a todos a visitarem a Assembléia Legislativa e apresentarem as demandas de suas comunidades aos deputados. "Vamos lutar contra a desigualdade e fazermos as mudanças que o Estado precisa".

Para o contador miracemense, Calixto Ferreira Filho, que assistiu ao evento, os governos estadual e municipal devem trabalhar juntos pela cidade. "A gente sente que tem acesso ao governo e que há democracia no Estado", disse. Também estiveram presentes os deputados José Geraldo (PTB), Luana Ribeiro (PR), Amélio Cayres (PR), Paulo Roberto (DEM) e José Viana (PSC).

 

Fonte: Dicom/ A.L