Cultura

Foto: Umberto Salvador Coelho Catireiros de Natividade raiz tocantinense Catireiros de Natividade raiz tocantinense

Muita música de raiz e de grande qualidade marcou a noite deste domingo, (9), no auditório Cuica na Universidade Federal do Tocantins (UFT). O auditório ficou lotado e quem compareceu pode apreciar a excelente música dos "Catireiros de Natividade" que lançaram o CD homônimo, em uma apresentação que antecedeu a da grande rainha da música de raiz brasileira, Inezita Barroso.

A apresentação dos Catireiros foi comovente, mostrando uma simplicidade e ao mesmo tempo a riqueza que representa a cultura tocantinense com berço em Natividade. Ao término da apresentação, Belarmino Rumão Ferreira (cantor e compositor do grupo) e Patrício Dias Santana (cantor), renderam homenagens ao componente in memorian do grupo Diolírio José Alves - Dió, que morreu este ano e não pode ver o sonho dos catireiros de gravar e lançar o CD realizado. Os familiares de Dió presentes nas primeiras filas do auditório ficaram bastante emocionados.

Para Belarmino Rumão, é uma satisfação ter o trabalho sendo mostrado para o Brasil através do programa Viola Minha Viola, mas ao mesmo tempo tem uma tristeza por não ter o companheiro Diolírio "mas fica o registro dele também levado a nível de Brasil para o povo saber aquilo que ele viveu".

Segundo Belarmino o grupo tinha o entusiasmo de lançar o trabalho para o público tomar conhecimento e maior o prazer e honra de poder estar junto da grande figura que é a rainha da música caipira brasileira, "um prazer inexplicável", disse.

Quando Inezita entrou no palco do Cuica, foi recebida com calorosidade, lembrando grandes sucessos que marcaram várias gerações que apreciam o gênero raiz. Ela foi acompanhada pela banda "Regional do Tico-Tico" e levou o público a cantar juntos como um coral, músicas que cairam no gosto popular como a "Marvada pinga".

Inezita ainda invocou o público para não deixar a cultura de raiz acabar "é importante ter raiz, porque se não o vento bate e leva tudo embora". Durante o show houve uma interrupção e foi feita uma surpresa para a cantora e apresenntadora. René Brunes, artista plástico, entregou em nome de todos os artistas tocantinenses uma tela pintada com o retrato da artista, que se disse muito agradecida. O show da cantora e dos Catireiros foi prestigiado por várias personalidades, entre artistas, políticos e jornalistas.

Catireiros de Natividade

O grupo é composto por: Vanderlei Nonato da Silva (viola), Belarmino Rumão Ferreira (cantor, compositor-viola), Patrício Dias Santana (cantor), Geraldo Araújo dos Santos (pandeiro), Gilberto Araújo dos Santos (pandeiro), Januário Ferreira Gomes, Vanderlei Nonato da Silva e Diolírio José Alves (in memorian).

Gravado de setembro a outubro do ano passado, o CD traz 14 músicas que fazem referência aos costumes, famílias, à cidade de Natividade, ao cotidiano e a Nossa Senhora de Natividade. As composições são de autoria de Belarmino Rumão Ferreira. O grupo "Catireiros de Natividade" existe há 10 anos.

Umberto Salvador Coelho