Polí­tica

Foto: Ernoy Luiz

A família Arruda novamente tem um representante na Câmara Municipal de Gurupi. Na noite de sexta-feira, 14, o vereador Gilberto Arruda (PMDB) foi eleito presidente do legislativo gurupiense numa eleição no mínimo inusitada. Isso porque dos dez vereadores da Casa, apenas Lázaro Ribeiro (DEM) não havia registrado sua candidatura à presidência.

Com o plenário lotado de populares, lideranças políticas e comunitárias, a sessão começou com 45 minutos de atraso. Antes aconteciam as articulações de bastidores. Até então era imprevisível arriscar um palpite, já que em toda a história da Câmara de Gurupi jamais tantos candidatos disputaram uma só vaga de presidente.

A surpresa começou quando Kita Maciel (PMDB) anunciou a retirada de sua candidatura em favor de Gilmar Arruda, justificando que sua posição era "em prol da união partidária". Posteriormente, Adalberto Antero (PSDB), também anunciava que estava retirando a sua candidatura. O processo de votação já estava começando quando Cabo Carlos (PT), outro candidato a presidente, também anunciou sua desistência.

Após a votação que foi secreta, por volta das 22h30min, a presidente da Casa, Rita Andrade (PSB), determinou a apuração imediata dos votos, sendo que Gilberto Arruda foi eleito com cinco votos. Rita Andrade obteve três e Raimundo Feitosa (PMDB), dois votos.

Já na condição de presidente eleito, Gilmar Arruda fez um pronunciamento emocionado. Agradeceu o apoio recebido os vereadores que contribuíram para a sua vitória, inclusive, o seu irmão, vereador Gilberto Arruda. Também anunciou que entre as principais metas de sua administração estavam a informatização do Serviço de Protocolo da Câmara Municipal e a aquisição de terreno para a construção da sede própria do legislativo.

Zacarias Martins

Por: Redação

Tags: Política