Economia

Foto: Divulgação

O caderno brochurão com 96 folhas caiu 40% em relação ao ano passado, bem como, o giz de cera, embalagem com 12 unidades, que sofreu queda de 24%. Já a borracha branca teve alta. Os resultados podem ser conferidos no quadro comparativo de preços médios, análise de preços dos materiais escolares realizada em Palmas no período correspondente a janeiro de 2007 e janeiro de 2008 e pela pesquisa de preço de material escolar realizada pelo Procon do Tocantins, entre os dias 2 e 4 deste mês, em 15 papelarias de Palmas e do interior.

O objetivo da ação foi conferir os preços dos produtos para que o consumidor tenha a opção de escolher qual o estabelecimento que está com valores mais baixos e, conseqüentemente, efetuar a compra.

De acordo com o quadro comparativo, os 30 itens pesquisados em janeiro de 2007 poderiam ser adquiridos pelo valor de R$ 50,23. Em janeiro deste ano os mesmos produtos podem ser comprados por R$ 43,77, uma variação negativa média de 13% no preço dos produtos.

Pesquisa de preço

Das 15 papelarias pesquisadas na capital, o órgão de proteção e defesa do consumidor registrou variações que chegavam a 1.471%, como é o caso da borracha branca, que foi encontrada oscilando de R$ 0,07 a R$ 1,10. Outro produto que teve variação significante foi o glitter, embalagem de 4 ml, que variou 270%, com valores diferenciando entre R$ 0,40 e R$ 1,48.

O caderno de desenho pequeno variou 264%, com valores entre R$ 0,55 e R$ 2,00, e o papel celofane, que variou 258%, entre R$ 0,33 e R$ 1,18.

O quadro comparativo de preços médios e a pesquisa de preço de material escolar estão disponíveis no site do Procon: www.to.gov.br/procon através do link pesquisa de preço.

Umbelina Costa

Por: Redação

Tags: Economia, Material Escolar