Geral

Foto: Divulgação

Pesquisa da USP (Universidade de São Paulo) aponta que 97,1% dos adolescentes brasileiros realizam dietas alimentares inadequadas. O estudo foi realizado com 1.584 jovens de ambos os sexos, como dissertação do mestrado "Índice de Qualidade da Dieta e seus Fatores Associados em Adolescentes do Estado de São Paulo" da nutricionista Samantha Caesar de Andrade.

Metodologia

Para realizar o estudo, a autora utilizou o IQD (Índice de Qualidade da Dieta), uma medida-resumo de características da alimentação.

O índice possui pontuação máxima de 100 pontos, sendo que até 50 indica que o adolescente possui uma dieta inadequada; de 51 até 80 pontos comprova que são necessárias mudanças na alimentação; e um índice acima de 81 mostra que o jovem possui uma dieta saudável.

Constatações

A média do IQD dos adolescentes brasileiros é de 59,7 pontos, sendo que os jovens do sexo masculino, que praticam esportes e moram em casas ou apartamentos, apresentaram os maiores índices.

A pontuação também é maior entre os adolescentes residentes em casas ou apartamentos frente aos que residem em barracos ou cortiços.

Comportamentos inadequados

De acordo com o estudo, além de mudanças físicas, também ocorrem alterações no comportamento alimentar de uma pessoa, na adolescência e, embora seja comum o aumento do consumo de alimentos, são adotados comportamentos inadequados, como a omissão de refeições, e maior ingestão de comida entre uma refeição e outra.

Além disso, a insatisfação com a imagem do próprio corpo, entre as adolescentes, faz com que elas realizem dietas com grande restrição de energia. "Esses hábitos, adquiridos na adolescência, podem levar a um risco nutricional, inclusive na idade adulta", afirmou Samantha.

Segundo a nutricionista, o comportamento alimentar adotado na juventude é de extrema importância, por ser essa uma fase de aprendizagem e formação. "Os costumes adquiridos nesse estágio constituirão a base de prática no futuro", afirmou.

Dieta pior que a dos americanos

Pela pesquisa, apenas 2,9% dos jovens brasileiros realizam uma dieta saudável, número menor que o da população de adolescentes dos Estados Unidos, onde 10% possuem uma alimentação saudável.

Por outro lado, o número é três vezes superior ao da população de jovens do Chile, onde apenas 1,5% se alimenta de forma saudável. Já cerca de 5% da população adulta do Brasil possui uma dieta mais saudável que os jovens.

Fonte: Infomoney

Por: Redação

Tags: Adolescentes, Pesquisa