Estado

Um empréstimo de US$ 200 milhões para desenvolvimento, construção e manutenção de linhas de transmissão de energia elétrica nos estados do Tocantins e Pará foi anunciado nesta segunda-feira, 7, pelo BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento. De acordo com o banco, as linhas de transmissão serão vitais para integrar as regiões Norte e Sudeste do Brasil.

A operação financeira inclui um “empréstimo A”, no valor de US$ 95,4 milhões que são do capital ordinário do BID e um “empréstimo B” de US$ 104,6 milhões que virão de outras instituições financeiras após assinaturas de acordo com o banco.

De acordo com a Aneel - Agência Nacional de Energia Elétrica, as obras estão cumprindo o cronograma e está previsto o início das operações no dia 27 de abril de 2008. O trecho, segundo a assessoria de comunicação da Aneel, trata-se da Interligação Norte Sul III, entre Pará e Tocantins interligando os municípios de Marabá (PA), a Itacaiunas (PA) e este a Colinas (TO) e Itacaiunas (PA) a Karajás (PA), formando uma extensão de 453,8 quilômetros.

Conforme o comunicado do BID, a outorga do projeto ficou com a companhia espanhola Abengoa S.A., através de uma licitação pública realizada em 2005. A empresa já está desenvolvendo o projeto para os dois estados através de sua subsidiária no Brasil a ATE III Transmissora de Energia S.A . e deverá oferecer inicialmente serviços de eletricidade para cerca de 223 mil famílias nos dois estados, tanto em áreas urbanas quanto nas ares rurais.

Segundo diretores do banco, a instalação das linhas de transmissão contribuirá para aumentar a capacidade de transmissão entre as regiões Norte e Sudeste do país, além de aumentar a capacidade energética reforçando, também, o sistema de transmissão interligado já existente no Brasil. De acordo com o banco, o custo total do projeto está estimado em US$ 386,9 milhões.

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: BID, Estado, Tocantins