Campo

O deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) disse hoje que a suspensão da compra de carne brasileira pela União Européia (UE) é um bom motivo para negociar novas regras de rastreabilidade para o rebanho nacional. Hoje foi criado um grupo de trabalho na Câmara Federal para discutir a proposta de criação de um projeto de lei que crie as novas regras. Caiado, que é um dos líderes desse movimento, disse que a idéia é antiga, mas que os produtores não queriam que fosse levada adiante porque temiam que a UE suspendesse a compra de carne do Brasil. "Como a suspensão foi determinada, o assunto voltou à tona", afirmou.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (Abipecs), Pedro Camargo Neto, apoiou a idéia do Legislativo de propor novas regras para certificação de bovinos. "O governo só fez burrada. O Legislativo precisa renegociar a confusão do brinco", afirmou. Camargo Neto apelidou o brinco que identifica os animais de "um piercing, sem conteúdo nenhum".

Caiado disse ainda que o Brasil não deveria aceitar a visita de veterinários europeus até que a nova regra de rastreabilidade estivesse em vigor. "Não aceitaremos a ingerência dos europeus", declarou. O deputado disse ainda que apresentou um decreto legislativo que susta as regras da Instrução Normativa 17, do Ministério da Agricultura, para a rastreabilidade.

Fonte:  Agência Estado

Por: Fabiola Salvador

Tags: Rastreabilidade, campo