Estado

Nesta sexta-feira, 07, o governador Marcelo Miranda (PMDB) ressaltou a vinda do presidente Lula ao Tocantins para a inauguração da primeira etapa do projeto hidroagrícola Manuel Alves, no quadro “Bom dia, governador”, do programa de rádio “Tocantins em Ação”. Para Marcelo Miranda, será mais um momento histórico para o Tocantins, por se tratar de um dos mais importantes projetos de irrigação do país.

Segundo o governador, a entrega dos primeiros lotes aos agricultores, nesta terça-feira, 11, vai viabilizar a produção nas terras do Sudeste do Tocantins, o que até um tempo atrás era praticamente inviável. “Se você parar para pensar, agora o Sudeste do Tocantins, que antes era duramente castigado pela falta de água, terá cerca de 20 mil hectares de terras com água em abundância para produzir e gerar riqueza”, disse.

Marcelo Miranda ressaltou o impacto social do projeto e o impulso que o mesmo dará na economia do Sudeste. “Porque onde tem trabalho, tem renda e a economia cresce, e a região de Dianópolis e Porto Alegre tem uma vantagem, que é a proximidade com mercados consumidores do Nordeste, Centro-Oeste brasileiros e da própria capital, Palmas”, observou.

O governador destacou ainda a importância do bom relacionamento com o governo federal, que praticamente é parceiro em todos os projetos desenvolvidos no Estado, lembrando que nunca na história do Tocantins um presidente da República veio tantas vezes ao Estado. “É a quarta vez que ele vem ao Tocantins. Foi na entrega do Hospital Geral de Palmas, na inauguração do trecho da Ferrovia Norte-Sul e, no ano passado, tivemos também a inauguração da indústria de biodiesel, em Porto Nacional”, lembrou.

Para Marcelo Miranda, quem mais ganha com isso é a população. ”Sei do carinho que o presidente Lula tem pelo Tocantins, e isso é bom, a parceria é fundamental para um projeto sair do papel, e quem ganha com isso é a população”. O governador citou como exemplo o Programa Território da Cidadania, lançado na semana passada em Brasília, e que vai atender 25 municípios do Bico do Papagaio com mais de 400 milhões de reais, que vão ser investidos em obras e programas daquelas comunidades.

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: Estado