Estado

Foto: Rodrigues Pozzebom

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não vem mais a Palmas nesta terça-feira, 11. A visita seria para assinaturas de ordens de serviços e contratos para obras de habitação e pavimentação urbana, que fazem parte do PAC, no valor de R$ 139 milhões, além da assinatura de termos de doação de kits telecentro comunitários para 139 municípios do estado.

As ordens de serviço deverão ser assinadas em Dianópolis, oportunidade em que o presidente inaugura a primeira etapa do Projeto de Irrigação Manoel Alves. O investimento total do projeto foi de R$ 235 milhões, sendo R$ 214 milhões da União, com contrapartida do estado de R$ 21 milhões, levando água em abundância para 20 mil hectares.

Os recursos são provenientes de medidas provisórias, repasse de ministério e de emendas de bancada. Somente nos três últimos anos a bancada tocantinense sob a liderança do senador João Ribeiro conseguiu empenhar R$ 113.934.401,00.

Na visita a Palmas Lula faria a doação de kits telecentro comunitários para 139 municípios do estado.

Estrutura dos Telecentros de Inclusão Digital

Cada telecentro é um kit completo com mobiliários (21 cadeiras multiuso, onze mesas para computadores, uma mesa para professor e um armário), equipamentos eletrônicos ( projetor multimídia, aparelhos de DVD e televisor), além da SIT - Solução Integrada de Telecentro, com 10 estações, roteador wireless, impressora, nobreak, estabilizador, câmera de segurança e servidor de internet. Aqueles municípios que não possuem cabeamento óptico receberão o sinal da internet via satélite, contemplando toda extensão territorial do Estado.

Motivo do cancelamento

Segundo informações da REUTERS o motivo do cancelamento da viagem a Palmas é para reunir o conselho político, às 9 horas desta terça-feira para tratar das votações no Congresso, principalmente do Orçamento deste ano.

A reunião do conselho estava inicialmente prevista para quinta-feira, mas o Planalto informou que ela foi antecipada pela necessidade de avaliar a agenda do Congresso.

A Agência informa que o Orçamento de 2008 deve ser o primeiro ponto da pauta da reunião do conselho, integrado pelos líderes dos partidos aliados, mas Lula deve discutir também a reforma tributária e a medida provisória da TV Pública.

A vinda a Dianópolis está mantida, apenas passou da manhã para a tarde.

 

Da redação com informações REUTERS

Por: redação

Tags: Estado, Política