Campo

Foto: Divulgação

Está suspensa a partir de hoje a inclusão de novos estabelecimentos rurais na base nacional de dados do serviço de rastreabilidade, o Sisbov (Sistema Brasileiro de Identificação e Certificação de Origem Bovina e Bubalina). A medida foi anunciada pelo secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz, aos representantes das empresas certificadoras, durante reunião realizada no auditório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Novas inclusões no Sisbov só poderão ser feitas depois que o serviço prestado por cada uma das certificadoras for auditado. Para isso, as empresas terão de apresentar à coordenação do Sisbov os relatórios vistoriados, que serão novamente auditados pelo ministério. Caso o serviço seja considerado adequado, a certificadora poderá incluir na base de dados novos estabelecimentos, caso contrário poderá ser descredenciada.

As auditorias das certificadoras serão realizadas por fiscais federais agropecuários federais e dos serviços veterinários estaduais. Os fiscais passarão antes por um treinamento de 80 horas com aulas teóricas e práticas em campo. A primeira turma com 200 fiscais, sendo federais e estaduais, começará a ser treinada a partir do próximo dia 31.

A suspensão da inclusão no Sisbov é uma medida adotada que visa corrigir as falhas detectadas pelo ministério durante as auditorias realizadas, em janeiro deste ano, nas propriedades rurais fornecedoras de carne aos frigoríficos que exportam à União Européia (UE).

Fonte: Agência Estado

Por: Redação

Tags: Pecuária, Sisbov, campo