Campo

Foto: Parsonda Carneiro Fiscal da vigilância sanitária verifica tambores de leite in natura Fiscal da vigilância sanitária verifica tambores de leite in natura

Mais uma operação da força tarefa denominada Pró-Consumidor foi realizada nesta quinta-feira, 24, na capital. A operação teve início na madrugada e se estendeu durante toda a manhã. Durante a operação, a Delegacia Especializada em Crimes Contra ao Consumidor e a Economia Popular apreendeu 600 litros de leite in natura e 400kg de queijo impróprios para consumo. Os trabalhos foram realizados pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Consumidor do Ministério Público Estadual, em parceria com as Polícias Civil e Militar, além da Vigilância Sanitária de Palmas.

Todo efetivo da Delegacia Especializada aos Crimes contra o Consumidor e a Economia Popular, 20 Policiais Militares, além de 40 fiscais da Vigilância Sanitária, dividiram-se em várias frentes na entrada da cidade, para abordar os produtores de leite. Foram vistoriados cerca de 50 veículos em cada ponto e apreendidos os produtos impróprios para consumo.

O objetivo da ação é a proteção dos direitos do consumidor, para ver os produtores inseridos na cadeia produtiva do leite que os mesmos devem se adequar às normas técnicas específicas exigidas pelos órgãos que regulam e disciplinam a produção e comercialização de leite.

As pessoas abordadas e encontradas com os produtos impróprios para o consumo vão responder criminalmente através de processo administrativo e instauração de inquérito policial pela Delegacia Especializada aos Crimes Contra o Consumidor e a Economia Popular.

Da redação com informações Secom

Por: redação

Tags: MPE, Vigilância Sanitária, campo