Palmas

De 12 a 16 de maio estão abertas, nos 10 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) existentes em Palmas, as inscrições para o Projovem Adolescente. O programa socioeducativo do Governo Federal, com 500 vagas para Palmas, será coordenado pela Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS). As atividades com esses adolescentes serão executadas nos CRAS, também conhecidos como Casas da Família.

Projovem Adolescente

O Projovem Adolescente é uma reformulação do Agente Jovem e atende a mesma faixa etária, de 15 a 17 anos. O programa tem como objetivo o fortalecimento dos vínculos familiares e sociais.

Os jovens, para preencherem as 500 vagas disponíveis para Palmas, serão oriundos das famílias beneficiárias do Bolsa-Família e aqueles em situação de risco, inclusive de renda, encaminhados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Conselho Tutelar ou Ministério Público. A seleção desses jovens também contemplará a inclusão de portadores de necessidades especiais.

O território de abrangência do Projovem Adolescente é o mesmo do CRAS. Como em Palmas existem 10 desses centros, cada um terá a quantidade de núcleos do programa necessários para o contingente populacional.

O trabalho com as famílias dos jovens será desenvolvido pelos técnicos dos CRAS, assim como o acompanhamento das famílias em descumprimento dos critérios do Programa Bolsa-Família.

As atividades socioeducativas do Projovem Adolescente, desenvolvidas pelos orientadores educacionais contratados pela SEMAS através do programa federal, terão duração de 2 anos. A carga horária anual será de 600 horas e os conteúdos receberão sugestão de organização, a cada ano, do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Em 2010, novas turmas de adolescentes serão formadas.

 

Fonte: Ascop

Por: Redação

Tags: Palmas, Prefeitura de Palmas, Projovem, SEMAS