Estado

Foto: Cláudio Frascari

Com o objetivo de comemorar o Dia Nacional de Controle de Infecção Hospitalar com ações preventivas e promover a discussão entre os profissionais da instituição, a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH, do HRG - Hospital Regional de Gurupi, promove, na segunda-feira, 19, uma palestra com o tema "A importância da lavagem das mãos para a prevenção da infecção hospitalar". A palestra acontecerá às 16 horas, no auditório do HRG e será ministrada pelas médicas Luzia Eunice, presidente da CCIH, e Natália Barros, além da enfermeira Kátia Cristina Costa.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), por meio do programa Aliança Mundial Para a Segurança do Paciente, estabelece diretrizes e estratégias para incentivar, em diferentes países, a prática de lavagem correta das mãos. Em consonância com as orientações da OMS, o Hospital Regional de Gurupi implementa, de forma rotineira, a capacitação de profissionais que atuam nesta unidade de saúde, estimular a discussão destas questões incluindo

O ato de lavar as mãos é, historicamente, uma preocupação na área da saúde. Foi o médico húngaro Ignaz Philliph Semmelweis quem demonstrou a realidade e prevalência da transmissão das infecções hospitalares por meio das mãos. No dia 15 de maio de 1847, ele instituiu o uso de uma solução clorada para a lavagem das mãos como procedimento obrigatório (para todos) na entrada da sala de parto do hospital em que trabalhava, em Viena, capital da Áustria.

Após a introdução do procedimento de higienização das mãos, observou-se a redução no número de mortes maternas por infecção puerperal (pós-parto). A prática, sugerida por Semmelweis, tem sido recomendada como medida primária no controle da disseminação de agentes infecciosos.

No Brasil, o controle de infecções hospitalares começou a ser aprimorado por meio da Portaria 196/83 do Ministério da Saúde.

Fonte: Ascom/HRG

Por: redação

Tags: Estado, Gurupi, HRG, Saúde