Economia

As pequenas e médias empresas já começam a sentir os benefícios da emissão da nota fiscal eletrônica. Os custos com impressão de talões e o tempo despendido para o preenchimento são minimizados com a digitalização do processo. No entanto, o que mais surpreendeu os empresários foi o maior controle sobre as vendas, impostos a pagar e, principalmente, redução de erros.

De acordo com levantamento feito pela RCS Brasil junto a empresas de pequeno e médio porte que já utilizam a NFE, 64% afirmam que a principal vantagem da adoção do sistema está no maior controle das vendas e dos impostos a pagar. Outros 28% disseram que o processo ficou mais ágil, enquanto 8% não sentiram diferença alguma.

"Do ponto de vista contábil, o processo ficou muito mais prático, pois a possibilidade de escrituração eletrônica e automática dos livros fiscais e redução do custo da mão-de-obra facilita muito a vida dos pequenos", diz Alberto Brumatti Jr., diretor da divisão de planejamento tributário e societário da RCS Brasil.

Umberto salvador Coelho

Da redação com informações Revista Fator Brasil

Por: redação

Tags: Economia, Nota Fiscal