Polí­tica

Foto: Antônio Gonçalves Raul chega à Câmara e é carregado pelo povo Raul chega à Câmara e é carregado pelo povo
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Antônio Gonçalves
  • Foto - Antônio Gonçalves
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Antônio Gonçalves
  • Foto - Antônio Gonçalves
  • Foto - Umberto Salvador Coelho
  • Foto - Antônio Gonçalves

Diante de uma Câmara de Vereadores lotada nesta segunda-feira, 9, Raul Filho (PT) anunciou que será “candidato a candidato à reeleição”. Raul chegou conduzido nos braços dos populares que o aguardavam para ouvir o comunicado.

Em um pequeno palanque armado no salão da Câmara se posicionaram políticos aliados e convidados. O primeiro a pronunciar foi o presidente regional do PT, Donizeti Nogueira, que agradeceu entre outros a presença da vereadora Edna Agnolin (PDT), também pré-candidata à prefeitura. Donizeti disse que Edna “é mulher de palavra e compromisso”, pois prometeu ao prefeito que “viria ao evento e veio”, disse o presidente.

Donizeti também fez rasgados elogios ao presidente metropolitano do PPS na capital, Abraão Lima. Ele disse que Lima merece todo carinho, porque tal como em 2004 “hoje ele está aqui e fará o anúncio da decisão do PPS”, disse.

Em seu pronunciamento Lima falou que Raul pegou a cidade abandonada e conseguiu sanar a capital, e completou, “a executiva do PPS está aqui completa para dizer que você vai ganhar esta eleição, conte com o PPS e até a vitória”. Lima ainda disse que havia colocado o nome como pré-candidato, mas conversou com o vice-governador, Paulo Sidnei (PPS) e com o presidente nacional do partido, Roberto Freire e resolveu declinar para “reconduzir Raul”, informou.

A grande surpresa da noite foi a presença da vereadora Edna que se pronunciou e demonstrou muita afetividade pelo prefeito. Ela desejou boa sorte à campanha de Raul e que a eleição seja marcada “pelo debate democrático”, antes de passar a palavra ao vereador e presidente metropolitano do PSB, Vanderlei Barbosa. O discurso do vereador foi o mais inflamado, ele criticou aqueles que participam do governo e na última hora não aparecem para apoiar “é porque é covarde”, alfinetou em referência ao vereador Evandro Gomes (PMDB) que declarou apoio à pré-candidata, Nilmar Ruiz (DEM).

Vanderlei disse durante seu pronunciamento que conversou com o pré-candidato peemedebista, Eli Borges, e fez o convite ao PT e ao PPS para participar do bloco de esquerda (Movimento Popular) composto por PSB, PMDB, PDT, PC do B e PRB. Ele ainda disse que foi um crítico do governo Raul Filho, mas que reconhece o espírito democrático do prefeito que não perseguiu nenhum dos seus indicados, pelo contrário, ouviu as críticas e as transformou em benefício para o povo.

Vanderlei aproveitou seu pronunciamento pra alfinetar a gestão anterior, tocada por Nilmar. Segundo o vereador ele não “poderia apoiar uma pessoa que quando esteve no governo demitiu vários pais de família nos últimos 6 meses de governo”.

Raul Filho

Antes de informar sua decisão, Raul Filho fez um balanço do seu governo e disse que a capital está pronta para dar passos largos nos próximos quatro anos. Segundo ele Palmas têm hoje o plano mais “arrojado na área da habitação” no Brasil.

O prefeito ainda lembrou que hoje as obras não são superficiais e que tem feito a pavimentação precedida pela drenagem da forma como não acontecia anteriormente. Citou também a implantação do sistema de irrigação de jardins da cidade “um dos mais modernos do mundo”.

Fazendo uma analogia, Raul Filho alfinetou a gestora passada e disse que se a atual gestão não avançou mais, foi porque quando assumiu a prefeitura encontrou “um carro atolado, com motor fundido e o pneu furado”.

Convite

No final do seu pronunciamento o prefeito petista aceitou o convite do presidente metropolitano do PSB, para compor o Movimento Popular, disse que será “candidato a candidato” e ressaltou que respeita muito a “companheira e pré-candidata” Edna.

Decisão

Indagado porque demorou tanto para anunciar a pré-candidatura, o prefeito disse que foi uma questão de prudência por estar no exercício de um mandato, “eu não podia me expor antes”. Segundo Raul a decisão tomada nesta data foi em observância ao período das convenções que se abre nesta terça-feira, 10, encerrando-se no dia 30 de junho.

Raul informou que comunicou a decisão ao presidente do partido e ao presidente Lula e pôde contar de pronto com o apoio total e irrestrito de ambos.

Apoio do governador

Raul disse que, para aqueles que acreditarem nas suas propostas, ele estará batendo na porta. O prefeito informou que vai buscar o apoio do governador Marcelo Miranda, que segundo ele, é importante para qualquer dos candidatos, “eu tenho esperança de tê-lo ainda”, falou. Ele concluiu dizendo que estará em busca de todo apoio que comunga a continuidade “deste programa que está transformando a cidade, dando melhor condição de vida, mais visibilidade e que certamente as pessoas percebem”, disse.

Respeito às Críticas

Sobre as críticas o petista disse que tem mais é que aceitar, e que elas contribuíram para o seu governo porque foram construtivas, “isto ajudou a aprimorar nossa linha de ação”, arrematou.

Lideranças presentes

Vereadores de Palmas José Damaso (PDT); Edna Agnolin (PDT); Vanderlei Barbosa (PSB); Juscelino Rodrigues (PRB); Rilton Farias (PT); Ivory de Lira (PT); Alberto Gordo (PT); pré-candidato a prefeito de Araguaína, Célio Moura; presidente regional do PT, Donizete Nogueira; presidente metropolitano do PPS, Abraão Lima; Deputada Estadual Solange Duailibe (PT); Secretário Nacional de Finanças do PT, Paulo Ferreira, representando o presidente nacional do partido, Ricardo Berzoini; Secretários Municipais.

 

Umberto Salvador Coelho

Por: redação,

Tags: Câmara de Palmas, Palmas, Política, PT, Raul Filho