Estado

O Jornal Correio Braziliense divulgou em seu site na manhã desta quinta-feira, 26, a informação de que um empresário alvo de investigação da operação João de Barro venceu licitação para construção de 255 casas em Palmas no setor Taquari. O convênio da licitação foi firmado entre o Ministério das Cidades e o governo de Tocantins.

A reportagem informa que o empresário André Scarassati de 26 anos, é estudante de direito e um fenômeno empresarial. Ele é dono da Construssati Serviços e Construções Ltda. A empresa tem menos de cinco anos de vida, não chega a 10 funcionários registrados e, mesmo assim, venceu neste ano a licitação de R$ 5.504.218,23 para construir as casas, num convênio celebrado pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Habitação.

A construtora aumentou em 52 vezes seu poder financeiro desde sua criação, em 2003 informa a reportagem. O estudante e empresário André Scarassati é filho de José Alcino Scarassati, exonerado na terça-feira do cargo de coordenador político do Ministério das Cidades. Alcino é suspeito de participar do esquema de desvio de dinheiro de obras do PAC.

Na sexta-feira passada, Alcino foi alvo da Operação João de Barro feita pela Polícia Federal. Policiais vasculharam seu gabinete no ministério em busca de provas. Alcino foi demitido sumariamente.

O Diário Oficial da União de 17 de março deste ano informa que no dia 11 do mesmo mês foi assinado o contrato que celebra a vitória da Construssati na licitação para construir as unidades habitacionais no Setor Taquari, em Palmas. Na época, Alcino Scarassati era um homem poderoso no ministério.

Alcino também é influente no Congresso. Já foi servidor do Senado. Deixou a Casa em 2004 para, logo depois, assumir o cargo de coordenador político no Ministério das Cidades. Ele saiu do Senado, mas seu filho conseguiu entrar. A Construssati venceu licitação para reformar no ano passado o Comitê de Imprensa, sala que abriga os jornalistas credenciados. A obra, concluída no começo deste ano custou R$ 428.076,28.

 

Umberto Salvador Coelho

Da redação com informações Correio Braziliense

Por: Redação

Tags: Estado, PAC, Taquari