Estado

Através de uma pesquisa realizada pelo NAP – Núcleo Atuarial de Previdência da UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro, o IGEPREV – Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Tocantins, obteve o melhor IDP – Índice de Desenvolvimento previdenciário do País. O Instituto ficou em 1º lugar no ranking referente a gestão de 2007.

Dos 26 estados brasileiros que participaram da pesquisa apenas seis, dentre os quais o Tocantins, teve superávit em suas contas. O patrimônio financeiro do IGEPREV é superior a R$ 1 Bilhão, um crescimento de mais de 500% nos ultimos anos.

Com o primeiro lugar no ranking do IDP 2007, o Tocantins comprova ter um sistema financeiro e atuarial em equilíbrio, o que significa nível alto de desenvolvimento previdenciário, já que atingiu o melhor IDP, de 1, 000.

No ano passado, o Estado do Tocantins ficou em terceiro lugar em relação ao IDP de 2006, subindo duas posições nesta terceira edição do Índice de Desenvolvimento Previdenciário. Esta conquista significa futuro com tranquilidade e segurança aos servidores do Tocantins.

IDP

O IDP tem por objetivo a proposição de um método de classificação de Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) de servidores públicos no Brasil. O método consiste na apuração de diversos indicadores consistentes da realidade destes sistemas previdenciários.

Além disso, desenvolve uma análise crítica dos atuais instrumentos de gestão e controle social, baseado, principalmente, na técnica atuarial. Busca percorrer, ainda, a ação do Estado no processo de degradação das contas públicas e na credibilidade dos atuais sistemas.

O índice varia de 0 (sistema em ruína ou em extrema dificuldade) a 1 (sistema financeiro e atuarialmente em equilíbrio, possuindo gestão em nível de excelência). Os Estados que alcançam média entre 0 e 0,49 são considerados de nível baixo; de 0,5 a 0,79, nível médio; e acima, nível alto.

Fonte: Assessoria de Imprensa Igeprev

Por: Redação

Tags: Estado, Igeprev, Previdência