Meio Ambiente

Combater os focos de incêndio é uma das maiores preocupações do Núcleo Ambiental da Guarda Metropolitana de Palmas - GMP, por esse motivo a instituição tem investido em material e capacitação para a Brigada Contra Incêndio, da Capital. O resultado é que este ano, de fevereiro a julho a Brigada já combateu mais de 100 focos de incêndio. A atuação foi uma das maiores desde sua criação em 1999.

O chefe de divisão da Gerência de Meio Ambiente da Guarda Metropolitana, Leônidas Alves de Castro, explica que a fiscalização é intensa, e funciona o ano inteiro por meio de ronda cotidiana da GMP.

A equipe atende em 04 regiões: Região Central que abrange o ribeirão Taquaruçu, Serra do Lajeado e Córrego Suçuapara; Região Norte, do Ribeirão Suçuapara aos limites do município e Serra do Lajeado; Região Sul, do Ribeirão Suçuapara aos limites da divisa de Palmas com Porto Nacional; Região Leste, Taquaruçu, Parque estadual e Buritirana.

Os maiores focos são da região Central com 45%. A região Sul fica com 30% das incidências, e a Norte e Leste com 25%.

Brigada

Em 2008, a Prefeitura de Palmas estruturou a Brigada para a atuação em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia. Há ainda a parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, Saneatins, Celtins, Infraero, Ibama, Corpo de Bombeiros e o Instituto Natureza do Tocantins - Naturatins.

 

Fonte: Ascop

Por: Redação

Tags: Brigada, Incêndio, Meio Ambiente