Meio Ambiente

Na próxima quarta-feira, dia 30 de Julho, das 09 às 17 horas, o Instituto Ecológica realiza no auditório da Universidade do Tocantins (Unitins), o I Workshop sobre as ações do Projeto Proteção dos Recursos Hídricos na Bacia do Rio do Coco-TO, que está sendo desenvolvido na região da Área de Preservação Ambiental (APA) da Ilha do Bananal/Cantão, localizada à oeste do estado do Tocantins. O evento contará com a presença de parceiros do Projeto, autoridades do Estado, órgãos ambientais, escolas, universidades e de representantes da Petrobras.

A região de atuação do projeto que engloba os municípios de Pium, Caseara e Marianópolis é rica em biodiversidade e endêmica de espécies do Cerrado, além de ser considerada como uma área ecótona (de transição) de fundamental importância ambiental. Desse modo, o projeto está sendo realizado com foco na criação de estratégias de proteção dos recursos hídricos e naturais da região da bacia do Rio do Coco, através do incentivo à criação de áreas protegidas, atividades de educação ambiental e envolvimento de comunidades locais na preservação de mananciais e uso sustentável da água, incentivando ações que provam a geração de renda e a busca pela sustentabilidade.

As atividades específicas do projeto giram entorno das seguintes linhas de ação:

Desenvolvimento de um programa de educação ambiental para o incentivo à criação de um comitê gestor para a bacia do Rio do Coco;

Incentivo à implementação de uma estrutura de SIG para dar suporte à criação de Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN’s);

Realização do mapeamento e diagnóstico de uso do solo e da água na região além de estudos sobre cenários futuros das comunidades locais;

Estimular a geração de renda entre as comunidades através de atividades como a produção de biojóias, doces, licores, geléias e mel, produzidos com a utilização de espécies nativas do Cerrado com foco na preservação ambiental;

Fornecer treinamento para técnicos de órgãos públicos e de organizações parceiras para a implementação do Programa Estadual de RPPN’s;

Proporcionar a produção de 100.000 mudas nativas do cerrado e a recuperação de 20 hectares de matas ciliares na região da Bacia do Rio do Coco-TO;

Entre alguns dos resultados esperados com o projeto estão: o incentivo à preservação dos recursos hídricos e naturais da região, reflorestamento de áreas degradadas através do plantio e doação de mudas nativas do Cerrado, atividades de a capacitação de técnicos e multiplicadores com foco na preservação ambiental e no desenvolvimento sustentável de comunidades. O projeto conta com patrocínio da Petrobrás através do Programa Petrobrás Ambiental e apoio de diversos parceiros como a Conservação Internacional do Brasil (C.I.), Universidade do Tocantins (Unitins) e as prefeituras regionais dos municípios de atuação do projeto.

Convidados para o Evento:

- Leda Rocha – Representante do Programa Petrobras Ambiental - Área de Comunicação Institucional e Gerência de Responsabilidade Social de Programas Ambientais da PETROBRAS);

- Alexandre Martinez - Presidente da Confederação Nacional de RPPN’s (CNRPPN);

- Nadja Moraes - Coordenadora Técnica do Programa de Pesquisa e Educação Ambiental do Núcleo Ambiental da Ilha Marabá – parceria firmada entre Prefeitura de Mogi das Cruzes e a Organização Bio-Bras de São Paulo.

Instituto Ecológica

O Instituto Ecológica (IE) é uma organização não governamental (OnG), que atua no Tocantins na área ambiental desde de 2000, com foco na diminuição dos efeitos das mudanças climáticas através de projetos de pesquisa científica e atividades que envolvam temas como biodiversidade, seqüestro de carbono, programas de capacitação, desenvolvimento sustentável de comunidades, energias renováveis, recursos hídricos e conservação ambiental.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Instituto Ecológica

Por: Redação

Tags: Ecológica, Meio Ambiente, Workshop