Campo

Tocantins é um dos 13 estados participantes do II Intercâmbio da Juventude Rural Brasileira. Até 31 de agosto, cerca de dez jovens rurais de diferentes localidades estarão na Escola Família Agrícola Zé de Deus, em Colinas (TO). A escola é integrante da Associação das Escolas Famílias Agrícolas do Centro Oeste e Tocantins (AEFACOT) e atua com formação de jovens agricultores familiares.

Lá, os intercambistas terão uma vivência de 15 dias em outro meio rural, onde trocarão experiências, aprenderão novas técnicas agrícolas, conhecerão tecnologias alternativas, farão visitas a unidades familiares de produção, entre outras atividades. No retorno para seus estados de origem, poderão adaptar os novos conhecimentos à sua realidade.

O II Intercâmbio será realizado também em outros estados brasileiros até novembro. Outras etapas do Intercâmbio já foram realizadas em Minas Gerais, Maranhão, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Pará. Onze organizações não-governamentais que investem em projetos de Educação do Campo estão participando da iniciativa, e no total são 120 jovens intercambistas.

O II Intercâmbio é promovido pela Rede de Fortalecimento Institucional do Jovem Rural, um projeto coletivo formado por seis instituições que promovem ações de cooperação e defesa conjunta da causa do jovem rural brasileiro. São elas: Associação das Casas Familiares Rurais do Sul do Brasil (ARCAFAR-SUL); Centro de Desenvolvimento do Jovem Rural (CEDEJOR); Instituto Souza Cruz; Movimento de Educação Promocional do Estado do Espírito Santo (MEPES); Movimento de Organização Comunitária (MOC); e Serviço de Tecnologia Alternativa (SERTA).

Além destas, as outras organizações que participam da iniciativa são: Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas (AMEFA), Formação (MA), Associação das Casas Familiares Rurais do Estado do Pará (ARCAFAR/PA), Associação das Escolas Famílias Agrícolas do Centro Oeste e Tocantins (AEFACOT) e Programa de Apoio à Educação Rural (PB).

“O intercâmbio tem como objetivo favorecer a integração de jovens rurais, participantes de iniciativas de desenvolvimento rural sustentável, e estabelecer uma rede focada no empreendedorismo do jovem rural, permitindo ações protagônicas juvenis de transformação nos territórios rurais”, afirma Luiz André Soares, consultor de Projetos Sociais do Instituto Souza Cruz, uma das organizações promotoras.

Os estados envolvidos neste II Intercâmbio são: Goiás, Mato Grosso, Tocantins, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Pará, Maranhão, Espírito Santo, Bahia, Paraíba e Pernambuco.

I Intercâmbio da Juventude Rural

O I Intercâmbio foi realizado em novembro de 2006, reunindo cerca de 80 jovens e educadores rurais oriundos de sete estados: Bahia, Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul.

 

Por: Redação

Tags: Colinas do Tocantins, Juventude, campo