Cultura

Os duzentos dias da Fundação Cultural de Palmas- FCP serão comemorados neste sábado, 13, em um Sarau para a classe artística. O evento será realizado no no Espaço Rural, na TO – 050, a partir das 20 horas.

Criada em junho de 2007 e implatada em janeiro de 2008, a FCP atende a uma antiga reivindicação de artistas e produtores culturais de Palmas e veio para implementar e consolidar políticas públicas de cultura no municípío.

Nos duzentos dias de sua implantação, a FCP já transformou o cenário cultural da Capital por meio da realização de eventos que contemplaram variados segmentos artísticos, a exemplo das seleções para as Companhias de Dança Municipais e para o Coral Municipal e a transformação da Buriti Band- Orquestra de Música Popular de Palmas, em corpo permanente da FCP.

Outra ação importante foi a a realização do terceiro Edital do Programa Palmas Pra Cultura, que nesta edição teve número recorde de projetos inscritos e selecionados, sendo contemplados 25 projetos, nas áres de teatro, cinema, música, dança, artes plásticas e artesanato, somando um total de R$ 333 mil para o financiamento da produção cultural local.

Para a presidente do Conselho Municipal de Cultura-CMC, Kátia Maia Flores, a criação da Fundação atende a reivindicações da classe. “O CMC sempre defendeu que Palmas tivesse um órgão gestor para a Cultura, e participamos da concepção da FCP. Está sendo muito bom ver os resultados efetivos da Fundação, que tem demonstrado que Palmas merecia uma atenção especial para esta área”, frisou Kátia .

Já o presidente da FCP, Pierre de Freitas, frisa que a Fundação tem implantado e consolidado políticas públicas permanentes de cultura, que tem refletido positivamente no respaldo alcançado junto à classe artística local e na aproximação do poder público, artistas e sociedade.

Está a cargo da Fundação o gerenciamento do patrimônio cultural do município incluindo: Espaço Cultural, Casa da Cultura, Bibliotecas Públicas Municipais, Casa Sussuapara, Espaço da Cidadania Professora Maria dos Reis, Casa Vitor, e o acervo público municipal.

 

Fonte: Ascop

Por: Redação

Tags: artistas, cultura, Sarau