Polí­tica

A terceira rodada da pesquisa estimulada Serpes/JTO, sobre a disputa para a prefeitura de Palmas, divulgada neste domingo, 14, pelo Jornal do Tocantins, mostra que o petista Raul Filho atropelou os adversários e continua ampliando a vantagem das intenções de voto, há 20 dias das eleições.

Se fosse hoje a eleição, Raul seria reeleito prefeito com 41,4% dos votos seguido por Marcelo Lelis (PV) com 25% e Nilmar Ruiz (DEM) com 19,8 %. Uma diferença de 16,4% em relação ao segundo colocado e 21, 6% em relação à terceira.

Segundo a pesquisa realizada entre os dias 9 e 12 de setembro com 601 eleitores de cinco regiões da Capital, o pedagogo Tasso Antônio (PMN) aparece em quarto lugar com 0,3%, seguido do empresário Getúlio Vargas (PT do B) com 0,2%.

A pesquisa que tem margem de erro de 3,99 pontos e intervalo de confiança de 95%, aponta ainda que 11,8% dos eleitores estão indecisos e 1,5% manifesta desejo de votar nulo ou não votar nestas eleições.

Evolução

Na pesquisa Serpes anterior realizada entre os dias 26 e 29 de agosto e divulgada no dia 31 do mesmo mês, Nilmar Ruiz estava com 30,1%, seguida de Raul com 29%, Lélis 26%; Getúlio 0,7%; e Tasso 0,3%.

Os resultados mostram que Nilmar despencou 10,3% em duas semanas, enquanto o petista subiu 12,4% e Marcelo Lelis se manteve estável, oscilando 1% para baixo.

Espontânea

Na pesquisa espontânea, aquela em que os eleitores não são expostos à estimulação dos nomes dos candidatos, o petista aparece com 39,4% das intenções de voto contra 25,1% de Marcello Lélis e 19,5% de Nilmar Ruiz. Na seqüência, aparece Tasso Antônio com 0,3%. Getúlio Vargas não foi citado pelos entrevistados.

Rejeição

O levantamento mostra que a rejeição de Nilmar continua subindo. Na pesquisa anterior era 27,8%, agora já é rejeitada por 34,4% dos eleitores. Já Raul Filho, que liderava a rejeição com 34,8%, diminuiu seu índice para 24,4%, sendo o único candidato a oscilar para baixo neste quesito. Getúlio Vargas que antes era rejeitado por 17,3%, agora é rejeitado por 23%. Marcello Lélis agora rejeitado por 17,6% dos eleitores, enquanto na pesquisa anterior aparecia com 15%. Tasso Antônio também viu seu índice de rejeição subir. Antes tinha 9,8%, agora é rejeitado por 17,1%.

 

Por: Redação

Tags: Pesquisa, Política, Raul Filho, Serpes