Estado

Foto: Divulgação

Nenhum dos cursos da antiga União Educacional de Porto Nacional – UNIPORTO, que eram mantidos pelo Iespen – Instituto de Ensino Superior de Porto Nacional, e que agora foram assumidos pela Faculdade Presidente Antônio Carlos – Itpac Porto Nacional serão fechados. A garantia foi dada na noite desta sexta-feira, dia 12, pelo diretor-geral da instituição, Nicolau Carvalho Esteves, durante a solenidade de credenciamento pelo governador Marcelo Miranda, em Porto Nacional. O auditório da universidade estava lotado de alunos, professores, sociedade portuense e autoridades, para o momento que deu início a um novo tempo no ensino superior de Porto Nacional. A platéia comemorou quando o Governador repassou às mãos do prefeito Paulo Mourão (PT) o documento do credenciamento.

Na ocasião, o diretor-geral do Itpac Porto Nacional anunciou que em menos de sessenta dias dará início às obras de construção do campus do Itapc Porto Nacional. O Governo do Estado doou o terreno e as máquinas para realizar o trabalho de terraplenagem e acesso. Na entrevista coletiva à imprensa, Nicolau declarou que “desde que tenha um aluno o curso será mantido e quem quiser se transferir para o curso de Medicina também poderá desde que faça os cursos de Odontologia ou Fisioterapia”, afirmou destacando que a prioridade a partir de agora é investir no quadro de professores e na estrutura física da universidade, equipando as salas de aula e os laboratórios. O diretor deixou claro que o Termo de Ajuste de Conduta assinado em 29 de fevereiro de 2008, durante audiência pública em que participaram representantes do Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Conselho Estadual de Educação, o prefeito de Porto Nacional, acionistas e estudantes será mantido.

O credenciamento do Itapc Porto Nacional põe fim a uma história que vinha se arrastando há alguns anos e que só teve um final feliz graças ao reconhecido empenho do atuante prefeito Paulo Mourão (PT) que encontrou respaldo no Conselho Estadual de Educação e Governo do Estado. Como reconhecimento pelo apoio do CEE, o prefeito Paulo Mourão entregou a comenda Francisco Ayres da Silva aos representantes do Conselho que colaboraram no processo de solução do caso Iespen, a professora Joana Dar’c Alves Santos, presidente do CEE, Tibúrcio Gabino de Sousa, secretário-executivo e Sady Antônio Boessio Pigatto, presidente da câmara de educação superior e relator do processo. “Nós não poderíamos deixar de condecorá-los- com a nossa medalha de maior honraria”, declarou Mourão em seu discurso. Em seguida, Paulo Mourão fez uma importante declaração ao comentar a trajetória de sua luta incansável para resolver o caso Iespen e garantir aos alunos e funcionários o funcionamento dos cursos da instituição. “Governador, só o senhor sabe porque não fui candidato a prefeito. Minha meta era consolidar esta Faculdade. Como candidato eu não teria o apoio do MPF e MPE, nem do conselho, ocorreria uma guerra nas ruas de politicagem de mentiras, de intrigas, que quem seria afetado seria a instituição. E aqui garantimos a Itpac para o Brasil, para o mundo e para Porto Nacional”, discursou sob aplausos da platéia, agradecendo ainda o apoio dos Ministérios Público Federal e Estadual. Paulo Mourão encerrou enfatizando que “Porto Nacional se consolida de vez como sustentáculo do processo educacional que haverá de fortalecer o Tocantins, Porto Nacional e o Brasil”.

O governador Marcelo Miranda destacou a instituição séria que é o Itpac que há anos oferece cursos superiores em Araguaína. “Uma instituição confiável, que os alunos e pais de alunos podem ter a certeza que vai construir uma educação à altura que Porto Nacional merece”, frisou. Ao falar do empenho do prefeito Paulo Mourão, o Governador não poupou elogios. “Me orgulho de ter parceiros ao estilo de Paulo Mourão, porque é um homem vocacionado, que tem procurado defender os interesses não só do seu município, mas do Estado. O Paulo é um excelente administrador, que nunca esperou sempre foi buscar e o nosso prefeito de Porto Nacional mais um vez dá um grande presente a este município”, declarou.

Escola Técnica Federal

Na mesma solenidade, o prefeito Paulo Mourão assinou a ordem de serviço para o início das obras de construção da Unidade Descentralizada de Ensino da Escola Técnica Federal. A vencedora da licitação foi a construtora Dimensional Construtora Ltda. As obras se iniciam nesta segunda-feira, dia 15. A previsão é de que o primeiro bloco fique pronto até dezembro de 2008. Nesta primeira etapa serão investidos R$ 5 milhões.

A Escola Técnica Federal irá oferecer cinco cursos técnicos e quatro superiores, todos têm relação com a vocação econômica da região. Os cursos de nível superior indicados foram de Gestão Ambiental, Eletrônica Industrial, Mecatrônica Industrial, Gestão de Saúde, Licenciatura em Matemática e de nível técnico Eletrotécnica, Informática para Internet, Logística, Manutenção de Ferrovia e Biotecnologia. A ETF de Porto Nacional terá capacidade para atender até cinco mil alunos, qualificando profissionais para os diversos setores da economia e do mercado de trabalho.

Fonte: Ascom  Prefeitura de Porto Nacional

Por: Redação

Tags: Educação, Estado, Itpac, Porto Nacional