Economia

Na manhã de quarta-feira, 17, a Diretoria da Acip - Associação Comercial e Industrial de Paraíso - se reuniu para fechar o balanço final da 8ª FENEVA – Feira de Negócios do vale do Araguaia e 14ª FENEPA – Feira de Negócios de Paraíso, promovida entre os dias 09 e 13 de setembro. Segundo avaliação geral, em 2008, o evento agregou mais respeito e embora tenha ocorrido alguns contratempos superou em tempo hábil os problemas.

O balanço final da feira revelou números positivos, que corresponderam algumas das expectativas da organização e dos expositores do evento. O volume de negócios chegou a R$ 3,5 milhões, e deve gerar ainda mais resultados nos próximos meses.

Durante os cinco dias, a feira teve um público de aproximadamente 25 mil visitantes, uma média diária de 5 mil pessoas, que puderam verificar a diversidade de produtos comercializados em todo o Estado e o evento gerou ainda cerca de 300 empregos temporários.

A feira superou a expectativa em termo de renovação da imagem, layout e variedades. As mais de 60 empresas expositoras com um total de 95 stands puderam mostrar de forma criativa seus produtos e serviços para o público que compareceu à feira.

Para algumas dessas empresas o resultado desse investimento em propaganda foi imediato, já para outras foi uma chance de apresentar sua marca, se fixar no mercado e colher os frutos nos próximos dias ou meses. "Os resultados obtidos devem-se as parcerias com os Governos do Estado, através da Secretaria da Indústria e Comércio, do Município, Fundação Cultural, Sebrae, Parceiros, Patrocinadores e expositores que acreditam e apostam no desenvolvimento da economia do Estado", ressaltou Labre.

Transtornos

A Feneva de 2008 também teve alguns transtornos com uma das empresas terceirizadas para cuidar da estrutura. Com relação a isso, o presidente da Acip pediu desculpas aos expositores e aos visitantes, pelos transtornos ocorridos, principalmente no primeiro dia (09/09). "O que competia a nossa parte fizemos, para que os problemas com a montagem fossem resolvidos. Infelizmente, muitos problemas não puderam ser resolvidos dentro do tempo previsto. Por isso reconhecemos as falhas e identificamos onde temos que melhorar, para que nas próximas edições não aconteçam erros e não haja prejuízos para ninguém", completou Labre.

Afastamento

Na mesma reunião para fechamento do balanço da FENEVA, o presidente da ACIP, Carlos Roberto Bandeira Labre, pediu afastamento da associação por 30 dias para cuidar de assuntos pessoais. Por ordem estatutária, assumiu interinamente o vice-presidente Adelci Pereira da Silva.

 

Fonte: Assessoria de imprensa ACIP

Por: Redação

Tags: Acip, Economia, Fenepa, Feneva, Paraíso do Tocantins