Polí­tica

Foto: Bruno Abreu

O Secretário de Tecnologia da Informação (STI) do TRE-TO, Carlos Augusto Mendes Motta, prestou esclarecimentos a veículos de comunicação nesta terça-feira, 23,  sobre variadas temáticas relativas ao processo eleitoral no Tocantins.

Em entrevista o secretário foi questionado sobre as conseqüências da baixa escolaridade do eleitorado de municípios com população abaixo de 5.000 pessoas, sobre o papel das pesquisas de cunho demográfico realizadas pelo TRE-TO, além de outros assuntos como a viabilidade do formato eletrônico a muito realizado nas eleições brasileiras.

Para o secretário o nível escolar dos eleitores não acarretará em impacto negativo neste pleito, pois a urna eletrônica é utilizada no Tocantins desde 96 e de lá pra cá várias campanhas de treinamento a eleitores foram feitas por este Tribunal. Motta também afirmou que o processo de votação é ainda mais fácil do que fazer uma operação nos terminais bancários, utilizados por quase toda a população.

O secretário ainda disse que processo eleitoral brasileiro é um dos mais seguros e rápidos do mundo, possibilitando que a população tenha o resultado da eleição no mesmo dia da votação. "Isso é um orgulho para nós", afirmou.

 

Fonte: TRE