Polí­tica

Foto: Umberto Salvador

Com o objetivo de amenizar os efeitos da seca que castiga a região Sudeste do Tocantins, o deputado José Viana (PSC), defende a construção emergencial de mais de 250 poços artesianos para atender propriedades rurais em 12 municípios. “ Essa situação vem se repetindo com mais freqüência e precisamos achar uma solução. Nossa região tem muita água potável no subsolo e os poços artesianos vão amenizar com mais eficiência os efeitos da estiagem”, disse Viana em seu discurso, na sessão desta quinta-feira, 09.

O deputado reforçou que a construção dos poços artesianos convencionais é uma solução em curto prazo, com baixo custo e que vai disponibilizar para a população e animais águas mais puras e com sais minerais. “Além disso, o agricultor continuará ter sua fonte de água por muitos anos, consumindo diretamente, sem necessidade de tratamento químico, independente das redes de abastecimento, livre de defeitos, cortes temporários, contribuindo para amenizar os problemas de estiagem e de poluição”, garante Viana.

Água subterrânea

A água subterrânea aloja-se em poros, fendas ou fissuras das rochas que compõem o subsolo da crosta terrestre, formando um reservatório natural de água potável isenta de qualquer impureza ou contaminação bacteriológica. Estima-se que a água do subsolo represente 97% da reserva de água doce do mundo. Para seu aproveitamento utiliza-se o Poço Tubular Profundo também conhecido como “Poço Artesiano”.

Fonte: Dicom/AL