Estado

Foto: Esequias Araújo

O coronel Admivair Silva Borges é o novo comandante do CBM – Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins. A nomeação foi feita pelo governador Marcelo Miranda na manhã desta quarta-feira, 15, na sede do CBM-TO, em Palmas. O coronel Borges assumiu o posto do coronel Sirivaldo Sales de Lima, que foi o primeiro comandante da instituição, desde o seu desmembramento da Polícia Militar, em abril de 2006. Também foi nomeado, como chefe do Estado Maior da corporação, o coronel David Gomes Pacine.

A mudança no comando dos Bombeiros foi devido à transferência compulsória do coronel Sirivaldo Sales, para a reserva remunerada. Segundo a Lei 1.775/2007, que abrange exclusivamente o ocupante do posto máximo da corporação, com pelo menos 30 anos de serviços prestados e cinco anos no referido posto. No último dia 5, completou cinco anos que Sirivaldo Sales assumiu o posto de coronel.

O governador Marcelo Miranda elogiou a atuação do coronel Sales e disse que a troca de comando é um momento histórico. “Coronel Sales foi muito importante para a corporação, atingiu o ápice de sua carreira, e agora pode se dedicar a seus afazeres pessoais. Um homem experiente, dedicado à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros, que deixa para nós um grande legado”, afirmou.

Marcelo Miranda disse também que confia na atuação do coronel Borges, à frente do Corpo de Bombeiros. “Um jovem coronel, moderno, de visão ampla e entendo que a corporação estará seguindo suas orientações”, disse o governador.

O novo comandante disse que é um desafio estar à frente do CBM. “Vamos dar seqüência ao trabalho que já vinha sendo desenvolvido pelo coronel Sales, que é de implantação, sem falar que formar bombeiros é muito caro também, mas esperamos continuar contando com o apoio do governador e também da esfera federal, para tentar buscar mais recursos”, disse.

Coronel Borges afirmou também que seu primeiro passo como comandante é se reunir com o novo chefe do Estado Maior, coronel Pacine, para desenvolverem um projeto das ações a serem desenvolvidas. “Vamos ouvir as demandas de cada segmento, a partir daí cada um deverá se comprometer com o projeto para o Corpo de Bombeiros”, contou.

Perfil Coronel Borges

Admivair Silva Borges, 42 anos, ingressou na Polícia Militar de Goiás, em 1985, como cadete do Curso de Formação de Oficiais. Na época da criação do Estado, em 1988, era 2º tenente da Polícia Militar de Goiás e optou pelo Tocantins.

Na Polícia Militar, entre as funções exercidas, destacam-se: comandante do 1º BPM, chefe do Serviço de Inteligência, do Setor de Planejamento e Ensino, de Logística e Patrimônio e diretor de Orçamento e Finanças, além de coordenador de segurança do governador e sub-chefe da Casa Militar da Governadoria.

Coronel Borges é graduado em Ciências Econômicas, pela Unitins – Universidade do Tocantins, e especialista em Gestão Pública e Qualidade em Serviços, pela Universidade Federal da Bahia. Na área militar, possui os cursos de Aperfeiçoamento de Oficiais e Superior de Polícia.

Coronel Borges recebeu homenagens em reconhecimento ao trabalho realizado em prol do Tocantins. Entre elas, destacam-se: a Medalha da Ordem do Mérito Tocantins – Grau Cavaleiro -, outorgada pelo governo do Estado, e as medalhas da Polícia Militar do Tocantins: Tiradentes, Mérito Policial e Mérito Intelectual – esta por ter obtido o primeiro lugar no Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais, realizado em Brasília, em 1991.

 

Fonte: Secom

Por: Redação

Tags: Bombeiros, Estado, Polícia Militar, Reserva