Geral

Nessa terça (21/10) foi informado através da eficiente mídia do Tocantins que o senador João Ribeiro organizou uma reunião com prefeitos eleitos, em Brasília. A matéria noticiou que o senador, inclusive, foi o anfitrião de uma confraternização oferecida aos prefeitos, num clube na capital federal. Na festa foi oferecido um jantar a todos os convidados, além de diversos eventos culturais.

Ao ler a nota, de imediato, como tocantinense e comerciante do ramo de organização de eventos, tive, infelizmente, as seguintes impressões:

Certamente, na visão do senador, Palmas não possui nenhum empreendimento que pudesse recepcionar esse encontro!

Na concepção dele, aqui em Palmas não tem nenhum buffet capaz de oferecer um jantar para os prefeitos e demais convidados!

No Tocantins, no entender do senador, não tem artistas que pudessem proporcionar aos seus convidados, diversos eventos culturais, com bem diz a sua assessoria de imprensa!

Talvez o senhor tenha razão, senador, Palmas/Tocantins não possui nenhum desses aspectos, por isso que optou por realizar o evento em Brasília!

Imagine, leitores, um senador tocantinense, que deveria se preocupar em ajudar aquecer a economia de seu estado, resolve convidar essa quantidade de prefeitos para oferecer um jantar dançante em Brasília?! Essa conduta é no mínimo desrespeitosa com os comerciantes do ramo de “organização de eventos”, não somente de Palmas, mas de muitas outras cidades tocantinenses que seguramente teriam condições de proporcionar um evento como esse.

Todo esse dinheiro gasto em Brasília com a contratação de buffet, compra de alimentos, iguarias, quitutes e bebidas, hospedagem, passagens, contratação de artistas etc, poderia ser gastos aqui no Tocantins. Mas não, o senador preferiu investir todos esses recursos em Brasília, os quais é sabido que se trata de dinheiro do povo. Parece-nos que o senador carrega consigo certa xenofobia pelos comerciantes do Tocantins.

Portanto, essas letras sôfregas, que mais é um desabafo desse comerciante que vocifera, sofrendor com a falta de oportunidade de trabalho, que, ao ver, com tristeza, o senador João Ribeiro organizando jantar em Brasília, em vez de Palmas, pede socorro a todos: ajudem aquecer a economia palmense, pois todos os dias comerciantes fecham suas portas e saem, a esmo, em busca de outras oportunidades, como eu, que seguramente me tornarei mais um desses que veio de fora e investiu todas suas fichas no Tocantins, mas que vê seus sonhos serem abreviados.

Certamente, após a publicação desse texto, dezenas de justificativas por parte do estafe do senador serão dadas; mas nada justifica, exceto a evasiva de que a festa só foi realizada em Brasília porque os prefeitos eleitos já estariam assinando convênios federais (mesmo sem serem empossados)! Ou melhor, foi lá porque o senador não precisou pagar o aluguel do clube, pois o deputado Vicentinho é sócio e, assim, arrumou uma boquinha grátis lá no clube da Associação dos Servidores da Câmara dos Deputados.

 

José Carlos Pereira de Araújo

Sócio numa micro-empresa em Palmas

Por: José Carlos Pereira de Araújo

Tags: João Ribeiro, Repórter Cidadão, Senador