Campo

Foto: Divulgação

A partir deste sábado, dia 1º, os criadores de gado já podem vacinar seus bovídeos (bovinos e bubalinos) contra a febre aftosa. A expectativa da Adapec – Agência de Defesa Agropecuária - é imunizar mais de sete milhões de animais até o dia 30 de novembro, quando será finalizada a segunda etapa de vacinação.

A abertura oficial dessa segunda etapa da campanha de vacinação de 2008 ocorrerá no próximo dia 7, na fazenda Barreiro, no município de Miracema do Tocantins, a 78 km de Palmas.

"O produtor tem cumprido com seu dever a cada etapa e esperamos contar novamente com a participação de todos", comentou o presidente da Agência, Humberto Camêlo, sobre a perspectiva da nova fase de imunização.

A Central de Selagens de Vacinas Veterinárias do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa informou que disponibilizará para o Estado, oito milhões de doses até o final de novembro.

A vacinação dos bovídeos é obrigatória, independente da idade do animal. Para os bovinos que serão abatidos durante o período de campanha e até 60 dias após o término, ou seja, até 29 de janeiro, a vacinação é dispensada, mediante assinatura de um termo de compromisso do produtor. Neste caso, o pecuarista deve se dirigir ao escritório da Adapec, onde movimenta a ficha do rebanho, e repassar as informações necessárias.

Quem deixar de vacinar o rebanho fica com a ficha bloqueada e não pode transportar os bovinos, além de receber multa no valor de R$ 5,32 por cada cabeça de gado não vacinada.

Depois de imunizar os animais, o produtor deve comprovar a vacinação junto a Adapec, levando a carta aviso e a nota fiscal de compra das vacinas. A multa para quem deixar de comprovar é de R$ 127,69 por propriedade.

Dados

Na primeira etapa da campanha de 2008, realizada no mês de maio, foi vacinado contra a febre aftosa 99,06% do rebanho tocantinense, ou seja, 7.125.131 animais, de um rebanho total de 7.192.763 bovídeos.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa Adapec