Polí­tica

Com o objetivo de levantar dados e propor soluções para os problemas decorrentes da estiagem na região Sudeste do Tocantins, onde mais de 15 mil pessoas, em 16 municípios, sofrem com a falta de água, a Assembléia Legislativa do Tocantins formou uma Comissão Parlamentar Especial para visitar a região, na próxima quinta-feira, dia 11. A estiagem deste ano levou a Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Tocantins a decretar situação de emergência em oito municípios do Sudeste do Tocantins.

“Queremos ouvir as pessoas impactadas, produtores rurais, sindicatos, associações, como também a opinião dos técnicos de diferentes órgãos ligados à questão, como o Naturatins, Ibama, Secretaria da Agricultura, Defesa Civil, dentre outros. Com as informações, será produzida a “Carta do Sudeste” apresentando um diagnóstico da situação a ser encaminhada ao Governo do Estado”, esclarece o líder da comissão, deputado Stalin Bucar (PSDB).

As ações propostas pela comissão foram levantadas pelos deputados Paulo Roberto (DEM), José Viana (PSC), Cacildo Vasconcelos (PP), Marcello Lelis (PV) e Eli Borges (PMDB). De acordo com os parlamentares, dos 16 municípios afetados oito estão em situação de emergência. Eles alertam que a seca tem castigado mais a zona rural, causando prejuízos à agricultura e pecuária, e que os pequenos produtores da região perderam suas hortas, lavouras e pastagem do gado.

Os dados apontam também que a estiagem deste ano deixou cerca de 6.000 pessoas sem água potável para beber. Para conseguir água, os moradores precisaram enfrentar caminhadas de até seis quilômetros a pé. “Diante da situação, defendemos uma ação conjunta entre governo, Parlamento e sociedade civil para enfrentar o problema, pois já está passando da hora de encontrarmos uma solução definitiva para o fato que se repete todos os anos”, alerta Paulo Roberto.

Fonte: Dicom/ A.L

Por: Redação

Tags: Comissão, Política, Seca, Sudeste do Tocantins