Estado

Foto: Lima Filho

Começaram nesta quarta-feira, 21, os testes para verificação de aptidão de oficiais da Polícia Militar para participação no curso de piloto de helicóptero. A medida foi tomada após o governo do estado assinar convênio com o Ministério da Justiça, para aquisição de um helicóptero destinado à segurança pública do Estado.

Para participar do Curso Teórico de Piloto Privado e Piloto Comercial de Helicóptero, a Polícia Militar vai selecionar sete oficiais, do posto de tenente, capitão e major, do Quadro de Oficiais da Polícia Militar (QOPM). O curso será realizado fora do estado, com duração de seis meses, e está previsto para iniciar no próximo dia 10 de fevereiro.

A Portaria para verificação de aptidão do candidato foi divulgada no último dia 15, o período de inscrições foi de 19 a 20 deste mês. A seleção consta de quatro etapas. A primeira prova a ser realizada é a de aptidão física (PAF), em seguida serão feitos os exames psicológicos e médicos.

A PAF está sendo realizada nesta quarta-feira, 21 de janeiro, no clube do Sest/Senat, e no QCG – Quartel do Comando Geral, em Palmas. O objetivo é averiguar a capacidade mínima necessária para o candidato suportar, física e organicamente, as exigências das atividades exercidas pelo Piloto Policial. As provas são de natação de 50 metros livres; flutuação mínima de 15 minutos; flexão de braço na barra fixa; flexão abdominal remador com duração de 60 segundos; flexão de braço no solo em quatro apoios; corrida de 50 metros e corrida de 12 minutos.

Já os exames psicológicos serão realizados na sexta-feira, 23/01, a partir das 8h, no setor de Psicologia do serviço de saúde da PM, no QCG – Quartel do Comando Geral em Palmas. A entrevista será no próximo dia 28. Os exames exigidos nesta prova servirão para avaliar o perfil psicológico do candidato, verificando sua capacidade de adaptação e potencial de desenvolvimento na função de piloto policial, conforme os parâmetros estabelecidos pela definição do perfil profissiográfico adotado pelo Grupamento de Rádio Patrulha Aérea da PM de São Paulo.

A prova psicológica será dividida em duas etapas e será eliminatória. A primeira prova será coletiva, e consiste na aplicação de métodos e técnicas de avaliação psicológica. Já a segunda etapa será individual, composta de entrevista, avaliada pela comissão examinadora da seleção, que é uma comissão composta por três oficiais, dentre eles, um psicólogo e um aviador militar.

A avaliação médica é a última a ser feita, com a entrega de exames à Junta Policial Militar Central de Saúde – JPMCS, marcada para o dia 30/01. A divulgação do resultado final está prevista para o dia 6 de fevereiro.

Fonte: Assessoria de imprensa Polícia Militar (2º BPM)

Por: Redação

Tags: Curso, Estado, Piloto, Polícia Militar