Campo

A segunda etapa da Caravana da Produção Agrícola, uma espécie de rally em propriedades rurais, inicia nesta segunda-feira, 23. A pesquisa levantará dados estáticos e a sanidade das áreas produtivas. Os técnicos começam o levantamento, ás 10 horas, na fazenda Dom Augusto, município de Porto Nacional. As atividades finalizam na quinta-feira, 26, em Mateiros.

A Caravana visitará cerca de 100 mil hectares, em 14 propriedades rurais, nas regiões, Central, Sudeste e Leste do Estado. O monitoramento nas propriedades tem como objetivo coletar o máximo de informações da produção agrícola, comprovando a produtividade referente ao plantio da safra 2009, em diversas culturas. Entre elas destacam: a soja, milho, arroz, feijão e a cana-de-açúcar.

Projeto

A equipe passará pelo Projeto Manuel Alves, Sudeste do Estado. O Projeto de fruticultura é fruto de um convênio entre os governos Federal e Estadual possui um complexo de obras físicas, a partir da barragem do Rio Manuel Alves, em Dianópolis. O empreendimento beneficia uma área de 5 mil hectares, disponibilizando os recursos hídricos para usos múltiplos, com foco principal na irrigação.

Segundo o coordenador de Fomento Vegetal da Seagro, Telmo Gosch, o foco principal do trabalho é levantar a sanidade das lavouras de soja e outras culturas e a estatística das áreas cultivadas em produção e produtividade. Na oportunidade, os produtores também foram orientados sobre os cuidados quanto à ferrugem da soja. “A doença no Tocantins está controlada, mas é necessário um constante monitoramento, pois quanto mais cedo for diagnosticado o problema, mais fácil será minimizar seus efeitos”, realça Gosch.

A Caravana é uma parceria entre a Seagro - Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o MAPA – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Adapec – Agência de Defesa Agropecuária, Seplan – Secretaria de Planejamento, Ruraltins – Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins, Conab – Companhia Nacional de Abastecimento e o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Fonte: Seagro