Geral

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) informou na manhã desta segunda-feira, 4, através de nota enviada à imprensa, sobre os casos suspeitos de terem contraído a gripe A(H1N1), ou gripe suina, e que estão em observação no Hospital Geral de Palmas (HGP). A secretaria solicita ajuda dos veículos de comunicação para não alarmar a população, uma vez que os dois casos são apenas suspeitos e o Ministério da Saúde não confirmou a circulação do vírus no Brasil.

Confira a nota na íntegra

 

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

 Nota à Imprensa

 

A Sesau – Secretaria de Estado da Saúde fará nesta segunda-feira, 04, às 14h30, na sala de reuniões, uma coletiva à imprensa para falar sobre a possível contaminação de dois pacientes tocantinenses pelo vírus H1N1 – Influenza A, conhecido como “gripe suína”.

A respeito deste fato a Sesau informa que na semana passada um piloto da cidade de Araguaína esteve em Palmas para buscar dois empresários daquela cidade oriundos de Miami (EUA). Na mesma semana, o piloto e sua esposa começaram a apresentar os sintomas da doença. Ao procurarem o HRA – Hospital Regional de Araguaína foram isolados e encaminhados para o HGP – Hospital Geral de Palmas, considerado pelo Ministério da Saúde referência para atendimento destes casos no Tocantins.

Os pacientes deram entrada no HGP no final da tarde deste domingo, 03. Estão estáveis, isolados, recebendo atendimento adequado e monitorados. Os dois empresários não apresentaram os sintomas da doença, porém também estão sendo monitorados pela Vigilância Epidemiológica da Sesau, em suas residências.

Foi coletado material destas quatro pessoas e encaminhado para o Instituto Adolfo Ltuz, em São Paulo, um dos laboratórios de referência nacional para análise, a fim de que seja confirmada ou descartada a contaminação pela Influenza A.

A Sesau solicita a ajuda dos veículos de comunicação para não alarmar a população, visto que os dois casos são apenas suspeitos e o Ministério da Saúde não confirmou a circulação do vírus no Brasil.

A Sesau reitera que o consumo de carne suína não transmite a doença. A transmissão ocorre apenas de pessoa para pessoa, por meio de secreções expostas ao ar.

Por fim, a Sesau informa que tem unidades médicas e profissionais habilitados e capacitados e medicamentos para o atendimento de toda a população em caso de um surto da doença. Nossos profissionais pedem à população que não tomem nenhum medicamento por conta própria, a fim de prevenir a doença, isso pode mascarar os sintomas e piorar o quadro clínico em caso de infecção.

Há um telefone, gratuito, para informações e para tirar dúvidas a respeito da doença como sinais, sintomas, unidades credenciadas para atendimento e medidas a serem tomadas em casos suspeitos, a Sesau orienta a população que ligue de telefone fixo ou celular para o 0800-61-1997.

 

Por: Redação

Tags: Gripe A, Hospital Geral de Palmas, Saúde, Sesau