Campo

Uma das grandes novidades da Agrotins 2009 é o fogão à lenha gerador de energia, também chamado de fogão ecológico. A nova tecnologia chama atenção dos visitantes por apresentar benefícios econômicos para famílias que moram distantes de locais onde não existem energia elétrica. A mostra acontece durante a Agrotins de 5 a 9 de maio, no Centro Agrotecnológico de Palmas.

A tecnologia, que é inédita no País e no mundo, tem capacidade de gerar e acumular energia elétrica enquanto se faz o cozimento diário de alimentos. A energia é condensada a partir da queima da biomassa utilizada no fogão à lenha.

O principal objetivo é o de substituir os tradicionais fogões à lenha, aproveitando o calor neles desperdiçado para produzir energia elétrica com inúmeras vantagens e, principalmente, para os locais onde não há rede elétrica disponível.

Segundo o pesquisador e engenheiro mecânico Ronaldo Sato, a tecnologia possui outras vantagens. “A energia liberada tem capacidade para acender duas lâmpadas, ligar um aparelho de TV e utensílios de baixo consumo em uma residência”, disse Sato acrescentando que “o grande benefício é que promove a integração, cidadania, o acesso ao conforto e informação às famílias que vivem isoladas no campo”. O fogão ainda permite acoplar um forno para assar bolos e pães caseiros.

De acordo como o coordenador de agroenergia da Seagro – Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Luiz Vieira, no Tocantins, a tecnologia do fogão pode facilitar a vida das pessoas que moram em pequenas propriedades rurais distantes das redes de energia elétrica.

A Agrotins é uma iniciativa do governo do Estado, por meio da Seagro – Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, suas vinculadas (Adapec, Ruraltins e Itertins) e parceiros.

Fonte: Secom

 

Por: Redação

Tags: Agrotins, campo, Luiz Vieira, Ronaldo Sato, Seagro