Geral

A Secretaria de Estado da Saúde - Sesau informou na tarde desta quinta-feira, 07, que após estudos e análises do Ministério da Saúde, as duas pessoas que foram internadas no Hospital Geral de Palmas (HGP), suspeitos de serem portadores da Influenza A (gripe suína), não se enquadraram nas definições de casos suspeitos.

A nota informa ainda que o Gabinete Permanente de Emergências do Ministério da Saúde alterou a definição de caso suspeito e em monitoramento para ampliar a vigilância da circulação do vírus.

Confira a íntegra da nota

 

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS

SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

NOTA À IMPRENSA

A Sesau - Secretaria de Estado da Saúde informa que, após novos estudos e análises do Ministério da Saúde, as duas pessoas internadas no HGP – Hospital Geral de Palmas, que eram consideradas casos suspeitos de Influenza A (gripe suína), foram descartados por não se enquadrarem nas definições de casos suspeitos do Ministério da Saúde.

O Gabinete Permanente de Emergências do Ministério da Saúde alterou a definição de caso suspeito e em monitoramento para ampliar a vigilância da circulação do vírus. A mudança ocorreu a partir do aumento no número de países com casos confirmados da doença e, ainda, o aumento de áreas afetadas pelo vírus dentro de alguns desses países.

De acordo com o Ministério da Saúde são considerados CASOS SUSPEITOS:

a) Pessoa que apresentar febre alta de maneira repentina (acima de 38ºC) e

tosse, podendo estar acompanhadas de algum dos seguintes sintomas: dor de

cabeça, dores musculares e nas articulações, dificuldade respiratória;

e

Ter apresentado sintomas até 10 dias após sair de países que reportaram

casos pela Influenza A (H1N1);

OU

Ter tido contato próximo*, nos últimos 10 dias, com uma pessoa classificada

como caso suspeito de infecção humana pelo novo subtipo de Influenza A (H1N1).

* Para o Ministério da Saúde, contato próximo é a pessoa que cuida, convive

ou teve contato direto com secreções respiratórias ou fluidos corporais de um

caso suspeito.

Palmas-TO, 07 de maio de 2009.

Por: Redação

Tags: Gripe A, Hospital Geral de Palmas, Saúde, Sesau