Geral

Foto: Jonas Pereira Nilmar durante reunião da Comissão da Educação no Senado sobre Unitins Nilmar durante reunião da Comissão da Educação no Senado sobre Unitins

A deputada federal Nilmar Ruiz (DEM) cobrou mais respeito do Ministério da Educação aos alunos da Unitins. “Precisamos garantir os direitos dos mais de 90 mil alunos de se formarem na instituição que eles escolheram, a Unitins”, reforçou Nilmar, durante reunião na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado para debater o impasse vivido pela instituição junto ao MEC.

Nilmar, que articulou a reunião junto ao presidente da Comissão, senador Flávio Arns (PT-PR), e do líder da Bancada Tocantinense no Congresso Nacional, senador Leomar Quintanilha (PMDB), foi a primeira a falar durante a reunião. A deputada, que representou na reunião na Comissão de Educação da Câmara e a Frente Parlamentar de Educação a Distância, mostrou um histórico da Unitins e fez um relato detalhado de todo o problema pelo qual vem passando a instituição.

Para a deputada, não é possível pensar em acabar com um projeto de educação a distância que já formou 30 mil alunos em todo o país e hoje tem mais de 90 mil estudando. “O mais importante de todo esse processo são os estudantes”, afirmou Nilmar.

O contrato entre a Unitins e a empresa parceira, Eadcon, também foi debatido. A deputada afirmou que ao longo da parceria houve uma distorção de funções, sendo que a Unitins passou a ser a contratada pela Eadcon, quando o correto seria o contrário. Nilmar reforçou a necessidade de uma revisão no contrato para resolver essas distorções.

Da reunião participaram parlamentares membros da bancada tocantinense no Congresso (os senadores Leomar Quintanilha, Kátia Abreu e João Ribeiro; e os deputados federais, Moises Avelino, Lázaro Botelho, Laurez Moreira e João Oliveira) e de diversos estados; a presidente da Associação Nacional de Educação a Distância, Marta Kratz; o diretor de Comunicação da UNE, André Luiz; representantes das empresas parceiras no projeto e estudantes.

Encaminhamentos

Ao final da sessão, os encaminhamentos feitos pelo presidente da Comissão Flávio Arns são de que a Unitins elabore uma proposta para apresentar ao Ministério da Educação que sirva de alternativa para resolver o problema. As Comissões de Educação do Senado e da Câmara marcarão uma reunião conjunta com o ministro da Educação, Fernando Haddad, para que a Unitins possa apresentar essas propostas e encontrar uma meio de resolver o problema.

Fonte: Assessoria de Imprensa Nilmar Ruiz