Geral

Foto: Antônio Gonçalves

A ex-deputada estadual Leide Neves Pereira é a nova Ouvidora da Prefeitura Municipal de Palmas. A posse aconteceu às 10h desta Sexta-feira, 02, no Paço Municipal. Leide assume no lugar de Sadi Cassol, que assumiu no mês passado uma cadeira no Senado Federal. Estavam presentes na solenidade o senador Sadi Cassol, deputada Josi Nunes, secretários municipais, presidente da Câmara Municipal Wanderlei Barbosa e demais vereadores e aoutidades.

Em seu discurso de posse, a ouvidora agradeceu ao prefeito Raul Filho a confiança e a oportunidade de conduzir um trabalho de tanta responsabilidade, se comprometendo a dar continuidade ao trabalho realizado por Sadi. “Estou consciente da minha responsabilidade em assumir a ouvidoria municipal, pois sei do bom trabalho realizado pelo meu antecessor, quero dizer ao prefeito que pode contar com o meu total empenho e dedicação”, afirmou.

Já o senador Sadi Cassol ressaltou a importância do trabalho realizado pela Ouvidoria como um canal de comunicação entre o cidadão e o poder público. O senador frisou também a coragem e inovação do prefeito Raul Filho em proporcionar um mecanismo como este. “A Ouvidoria presta um grande trabalho a comunidade, através dela o cidadão pode contribuir e até reclamar. O prefeito Raul Filho está de parabéns, pois são poucos os administradores públicos que possuem a coragem de colocar fiscais dentro da sua própria administração”, afirmou.

Na ocasião o prefeito Raul Filho falou da importância da transparência da administração pública, destancando alguns instrumentos já adotados pela Prefeitura de Palmas, tais como o Portal da Transparência, o Gespública e a Ouvidoria Municipal. “ A sociedade hoje clama por transparência e a boa aplicação do dinheiro público, por isso criamos a Ouvidoria”, afirmou.

Raul destacou também, o excelente trabalho realizado por Sadi Cassol, e que agora o Município de Palmas conta com o apoio dele no Senado Federal. O Prefeito disse também não ter dúvidas sobre a qualidade profissional e a competência da ouvidora.

Fonte: Ascop