Estado

Foto: Rafael Carvalho

O governador Carlos Henrique Gaguim esteve reunido nesta quarta-feira, 4, em Brasília, com o presidente da Valec - Engenharia, Construções e Ferrovias S/A, José Francisco das Neves, para discutir projetos de eletrificação dos pátios multimodais em construção ao longo da Ferrovia Norte-Sul em território tocantinense. A preocupação do governador é dotar os pátios de infraestrutura, para que as empresas que já manifestaram interesse possam se instalar, tão logo a estrada-de-ferro entre em operação.

O governador informou que há empresas de comercialização de grãos, combustíveis, asfaltamento e frigoríficos interessados em se instalar nos pátios, mas precisam de infraestrutura. Os pátios multimodais estão sendo construídos nos municípios de Aguiarnópolis, Araguaina/Babaçulândia, Colinas, Guaraí, Palmas/Porto Nacional e Gurupi.

A Valec se comprometeu a levar a rede de energia até os pátios, mas informou que as subestações seriam responsabilidade do Governo do Estado. “Estamos procurando um denominador comum. O máximo que a Valec puder fazer, será feito. E o que o governo do Estado puder fazer, acredito que fará. Vamos encontrar uma solução em comum”, afirmou o presidente da empresa.

O projeto para dotar os pátios multimodais de energia elétrica está orçado em R$ 90 milhões. Como o Estado detém 49% das ações da Celtins - Companhia de Energia Elétrica do Tocantins, uma alternativa levantada pelo governador seria negociar as ações do Estado para levar energia aos pátios. “Se for preciso, vamos pôr à venda. A Nossa obrigação é disponibilizar a infraestrutura de energia elétrica e vamos cobrar isso da Celtins, pois temos 49% das ações. Já temos mais de 30 empresas licitadas, só aguardando a estrutura do governo”, afirmou Gaguim.

Os secretários de Representação, Carlos Patrocínio, e da Infraestrutura, Rômulo do Carmo, acompanharam a reunião.

Fonte: Secom