Geral

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Tocantins encaminhou para a Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) dois projetos de lei na manhã desta quarta-feira, dia 11. Uma das propostas enviada pelo presidente da Casa, deputado Júnior Coimbra (PMDB), que homenageia os conselheiros tutelares, já o parlamentar Iderval Silva (PMDB), propõe a presença obrigatória do profissional de psicologia nas escolas.

Em seu projeto, Coimbra sugere que o dia 18 de novembro seja instituído Dia Estadual do Conselheiro Tutelar. Para o autor, a matéria é uma forma de reconhecer o trabalho destes profissionais que “atuam como um organizadores da sociedade para assegurar os direitos das crianças e dos adolescentes e promovem ações integradas de saúde, educação, cidadania e geração de emprego e renda”.

Já o parlamentar Iderval Silva quer tornar obrigatório o acompanhamento do profissional de psicologia nas escolas públicas e privadas dos ensinos fundamental e médio. Ao justificar sua iniciativa, o peemedebista alega que o psicólogo pode contribuir no direcionamento de decisões educacionais que visam ao desenvolvimento motor, cognitivo, afetivo e social dos estudantes.

Da redação com informações Dicom/AL