Geral

A chapa OAB Mais Participativa, do candidato a presidência, Júlio Solimar, afirma através de material produzido para a imprensa, que as eleições da Ordem dos Advogados do Tocantins, realizadas nessa quarta-feira, 18, estão sendo marcadas pela desorganização. Nenhuma das 13 subseções teriam iniciado a votação por problemas com as Urnas. A assessoria da OAB Mais participativa informa que apenas os advogados de Palmas já estão elegendo o novo presidente.

Foram enviadas para o interior do Estado 13 urnas eletrônicas, uma para cada subseção, mas por erro da Comissão Eleitoral, segundo a assessoria da OAB Mais participativa, as urnas não chegaram aos locais determinados. Um exemplo seria a urna que deveria ser levada para Guaraí que acabou indo parar na subseção de Colinas do Tocantins. Por estes e outros problemas, até o momento a votação no interior ainda não teria sido iniciada.

Outro problema indicado pela chapa OAB Mais Participativa foi a tentativa de descumprimento da decisão judicial que determinava a abertura da tesouraria da OAB seccional Tocantins durante o horário de votação para que o advogado inadimplente tivesse a chance de regularizar a situação e exercer seu direito de voto. Por intervenção da chapa OAB Mais Participativa a tesouraria voltou a ser aberta.

A votação segue até as 18h desta quarta e a previsão é de que o resultado saia logo após esse horário de encerramento.

Da redação com informações assessoria OAB Mais Participativa

 

Por: Redação

Tags: Comissão Eleitoral, Júlio Solimar, OAB