Estado

Foto: Esequias Araújo

Nem a chuva que caiu durante quase toda a tarde deste domingo, 7, interrompeu a programação da Caravana Acelera Tocantins no município de Novo Alegre, na fronteira com o Estado de Goiás, a 478 km de Palmas. Para quem vive do campo, a chuva veio em boa hora, já que a região é uma das que mais sofre com a falta de água para produção de alimentos.

Mas a ajuda para os pequenos produtores não veio apenas dos céus. A partir dos próximos dias, as máquinas do Dertins vão romper as estradas vicinais do município de Novo Alegre melhorando o estado de conservação das vias por onde escoa a produção agrícola de toda a região. Em seu discurso, o prefeito Wilson de Souza agradeceu o empenho do governo. “Estes serviços fazer com que os produtores possam produzir mais e em melhores condições”.A assinatura da ordem de serviço foi feita nesse domingo, 7, pelo o governador Carlos Henrique Gaguim, que ainda durante a solenidade entregou uma pick-up para a Adapec – Agência de defesa Agropecuária.

Acompanhando toda a movimentação, o produtor rural Domingos Moreira reivindicou acesso a energia elétrica na sua propriedade. “A linha (de transmissão de energia) passa a menos de 400 metros da minha terra, mas até hoje passo a noite sob a luz da lamparina”, desabafou. Há dois anos ele cria peixes, mas a falta de energia elétrica impende a modernização o crescimento da produção.

Atendendo a necessidade não só do produtor, como de dezenas de agricultores familiares e pecuaristas da região, o governador anunciou que já acertou com o Governo Federal a execução de 55 mil novas ligações na zona rural de todos os 139 municípios, através do programa Luz Para Todos. “Estou colocando Novo Alegre entre as prioridades e se for preciso eu mesmo, junto com meus companheiros deputados, farei pessoalmente as ligações de energia elétrica”, garantiu Carlos Gaguim.

Em toda a região Sudeste o Governo do Tocantins, através do Ruraltins, órgão responsável pela extensão rural, o governo conseguiu cerca de R$ 7,6 milhões para a agricultura familiar através da elaboração de projetos para o Pronaf – Programa Nacional para a Agricultura Familiar, beneficiando mais de 1.500 famílias de camponeses com a aquisição de máquinas, equipamentos e animais de pequeno e médio porte. Através do Programa Compra Direta, mais de 12 mil agricultores foram beneficiados com a aplicação financeira de Rnt,4 milhões no ano passado.

“Não podíamos mais aceitar que um município, em pleno século 21, com terras férteis a poucos quilômetros da capital federal, continuasse sem esses benefícios básicos para a produção de alimentos”, destacou o governador antes de assinar convênios com a prefeitura para a doação de ambulância, de uma viatura para a Adapec, além de autorização para pavimentação urbana com bloquetes de quase 13 mil metros quadrados.

Fonte: Secom