Geral

Foto: Esequias Araújo

A rápida passagem da Caravana Acelera Tocantins pelo município de Cachoeirinha, na região do Bico do Papagaio, nesta quinta-feira, 18, deixou benefícios de longo prazo para a população local: a construção de um terminal rodoviário e de uma feira coberta, a pavimentação 12 mil metros quadrados de ruas e a implantação de uma Clínica da Mulher e de uma escolinha de iniciação esportiva, segundo convênios assinados pelo governador Carlos Henrique Gaguim e pelo prefeito Zélio Herculano.

Também foi garantido para a prefeitura, via convênios, a entrega de uma ambulância, a cessão de uso de equipamentos de informática e das instalações de uma escola da rede estadual, atualmente desativada. No ato, ainda foi entregue pelo governador Carlos Gaguim, ao prefeito, a chave de um microônibus escolar, como tem ocorrido em todas as cidades por onde passa a caravana.

“São benefícios muito importantes, dos quais o nosso povo precisa muito. Em pouco tempo, o governador fez por Cachoeirinha o que outros governadores não conseguiram fazer em anos”, destacou o prefeito, se referindo aos seis meses da atual gestão.

Carlos Gaguim justificou que são as parcerias que lhe dão oportunidade de rendimento em seu trabalho. “Em pouco tempo, tenho procurado fazer muito, porque tenho os deputados ao meu lado e porque tenho buscado sempre o apoio do presidente Lula. Mas quero fazer mais, trabalhando muito mais em parceria com os nossos prefeitos”, disse o governador.

Cachoeirinha também está sendo beneficiada com os serviços emergenciais de patrolamento de estradas vicinais e roçagem de lotes públicos.

A passagem da Caravana foi agraciada ainda com a apresentação de alunos da escola municipal Pequeno Príncipe e do programa Pioneiros Mirins, em homenagem a Carlos Gaguim.

Cachoeirinha foi a quinta cidade percorrida pela Caravana Acelera Tocantins, nesta quinta-feira, 18. O programa está em sua terceira edição, tendo percorrido antes as regiões Sul e Sudeste do Estado, e continua até domingo, 21, pelos municípios da região do Bico do Papagaio.

Fonte: Secom