Geral

Foto: Esequias Araújo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, juntamente com o governador do Tocantins, Carlos Henrique Gaguim, e o presidente da Valec, Francisco das Neves, o “Juquinha”, estarão nesta terça-feira, 23, em Guaraí, para inaugurar o trecho de 126 quilômetros da Ferrovia Norte-Sul, que liga o município a Colinas do Tocantins. Também será inaugurada a Plataforma Multimodal de Guaraí, que somada ao trecho obteve um investimento de cerca de R$ 350 milhões. O presidente chegará a Palmas logo pela manhã e seguirá para o canteiro de obras em Miracema, onde fará uma visita rápida por voltas das 10 horas, cumprimentando trabalhadores e conhecendo as obras. Em seguida, o presidente Lula parte para Guaraí, percorrendo parte do caminho de trem.

A última etapa da Ferrovia Norte-Sul no Tocantins, que liga Alvorada a Talismã, com extensão de 65,8 quilômetros, foi lançada no último dia 10, em Alvorada, pelo governador Carlos Henrique Gaguim. Na ocasião, o governador afirmou que, a partir de agora, irá focar no planejamento das plataformas multimodais.

Atualmente, o Estado conta com 253 quilômetros de trilhos instalados - Aguiarnópolis-Araguaína, num total de 153 quilômetros, e Araguaína-Colinas com 100 quilômetros -, além da inauguração do trecho Colinas-Guaraí, outros três serão inaugurados até o mês de outubro de 2010. Segundo a Valec, até dezembro deste ano, a obra estará concluída até a divisa com o Estado de Goiás, ligando Aguiarnópolis a Talismã.

Andamento

No trecho entre Guaraí e Palmas, com extensão de 150 quilômetros, os trabalhos estão em andamento, sendo que o trecho e a Plataforma Multimodal em Palmas estão previstos para serem entregues em outubro de 2010. Lá pretendem se instalar as empresas BR Distribuidora, Premium, Global, Petrolíder, Petróleo Federal, Nacional Asfalto, Bunge, Cargil, Granule, Louis Dreyfus Commodities, South American Soy, Argentina Negocios de Granos, Ceagro, Fertilizantes Tocantins, Fertipar, Login, Mac Logística e Cabotagem e Combitans Amazônica.

Já o trecho entre Palmas e Porto Nacional, de cerca de 60 quilômetros, deve ser entregue em julho deste ano. De acordo com a Valec Construções, Engenharia e Ferrovias S/A, quando concluído, o trecho de 860 quilômetros que passa pelo Tocantins terá um montante investido de cerca R$ 2,85 bilhões.

Fonte: Secom