Geral

Foto: Dornil Sobrinho

O fortalecimento da parceria entre Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Prefeitura de Porto Nacional foi o foco principal do encontro entre a prefeita Teresa Martins e o reitor da UFT, Alan Barbiero, ocorrido na manhã de quarta-feira (31/Mar). O encontro no gabinete da prefeita contou com a presença de três representantes de alunos da universidade, do diretor do Campus de Porto Nacional, Marcio Galdino e o secretário municipal de Administração Idjair Viana.

O reitor solicitou a prefeita um convênio para estágios importantes e lembrou que a UFT está oferecendo cursos de pós-graduação na área de gestão pública municipal, gestão em saúde, cursos de licenciatura para formação de professores da rede, em contra partida pediu melhorias na infra-estrutura do entorno do Campus. "Hoje nós temos um problema no acesso ao Campus, como falta de pavimentação e iluminação, principalmente o mato que nos coloca sempre numa situação de fragilidade com relação à segurança", disse o reitor.

A prefeita Teresa Martins foi receptiva às reivindicações, garantiu que uma equipe da prefeitura fará uma vistoria no local e tomará as providências necessárias para melhorar a iluminação e a roçagem do mato próximo ao Campus. Quanto a instalação de uma rede de energia e a pavimentação da avenida que dá acesso ao Campus, farão juntos, Prefeitura e UFT, uma solicitação de apoio ao governo estadual. "Foi uma conversa importante porque a parceria, os convênios para os estagiários são muito importantes, tanto para Universidade como para o município e certamente o nosso município estará empenhado em oferecer melhores condições de acesso à Universidade", disse a prefeita.

UFT

De acordo com o reitor da UFT, Alan Barbiero, a Universidade investe em Porto Nacional mais de 10 milhões de reais por ano, entre obras, serviços e pessoal. Hoje há um fluxo de mais de 1500 pessoas no Campus da UFT envolvendo estudantes, servidores e professores. Barbiero diz, ainda, que os números devem crescer, já são oferecidos cursos de Pós-graduação, a Universidade da Maturidade, que funciona no UFT Centro, os novos cursos semi presenciais que, também, serão oferecidos em Porto Nacional, então imagina-se que nesses próximos anos deve duplicar a quantidade de pessoas no Campus até 2012 .

Fonte: Ascom Prefeitura de Porto Nacional