Geral

Foto: Divulgação

Aconteceu na manhã desta quinta-feira, 8,  no auditório do Palácio Araguaia, reunião entre o governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB) e dezenas de presidentes de sindicatos rurais e representantes de diversas entidades do setor agropecuário do Estado. Na ocasião, o governador ouviu as reivindicações e disse que o Governo está pronto para solucionar os problemas que afetam o setor produtivo.

As principais reivindicações apresentadas pela categoria foram: a regularização de terras, recursos para realização de feiras e exposições agropecuárias e a redução da pauta do milho produzido no Tocantins. “Vamos trabalhar e cobrar a questão da legalização das terras, já que ainda este ano pretendemos escriturar mais de 400 mil hectares em todo Estado”, disse o Governador, lembrando que vai estipular um prazo para que seu secretariado possa resolver todas as reivindicações apresentadas pelos produtores para que o sistema produtivo possa funcionar ainda melhor.

Na opinião do representante do Sindicato Rural de Porto Nacional, Dilei Dias Moreira, a reunião foi muito importante e uma grande conquista para o setor, já que o governador foi sensível às reivindicações. Ele citou o aumento no valor do repasse para realização das feiras e exposições agropecuárias em 46 municípios do Estado. O sindicalista citava o aporte de R$ 200 mil na verba destinada aos eventos. Estavam previstos R$ 650 mil e agora serão R$ 850 mil. “Sei que ainda é pouco diante da importância que esses eventos tem para o estado, mas é o que podemos fazer no momento”, explicou Carlos Gaguim.

Para o presidente da Federação da Agricultura do Estado do Tocantins - Faet, Júnior Marzola, a reunião foi muito positiva, principalmente, no que tange à regularização fundiária. “O governador distribuiu as demandas para seus secretários e garantiu dar um retorno em 30 dias para o que não foi possível atender nesse momento”, disse.

O evento reuniu representantes da Federação da Agricultura do Estado do Tocantins – Faet; presidentes de sindicatos rurais, Secretaria Estadual da Agricultura e Pecuária – Seagro; Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins – Adapec ;Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins – Ruraltins ;Instituto de Terras do Tocantins – Itertins e Instituto Natureza do Tocantins – Naturatins.

Fonte: Secom