Geral

Foto: Divulgação

O impacto da chegada dos trilhos e dormentes da Ferrovia Norte-Sul na manhã desta sexta-feira, 09, em Gurupi mostrou à comunidade gurupiense que a partir de agora a obra é uma realidade. O ato apontou a força com que vem a obra e foi marcado com a presença do prefeito Alexandre Abdalla; do presidente da Velec, José Francisco das Neves, o Juquinha, e seu assessor Josias Gonzaga Cardoso; do diretor da Construtora Andrade Gutierrez, Clóvis Primo e dos vereadores Cabo Carlos (PT), Zenaide Dias (PSB), Dinda (PR), Marcão do Povo (PR) e Wanda Botelho (PR).

“Apesar de ter começado como o ex-presidente José Sarney, a Norte-sul é um grande presente que o presidente Lula tem nos dado. Os trilhos vão trazer um desenvolvimento que talvez hoje muitos ainda não enxerguem. É uma nova Belém-Brasília, só que nos trilhos e, que irá consolidar a economia que o nosso Brasil precisa. Eu, como prefeito e como representante do povo, sou o mais feliz de todos porque isso representa também o sonho de um companheiro que hoje não está aqui, que é o João Cruz, foi ele quem me apresentou a este grande homem que é o Juquinha.”, agradeceu o prefeito Alexandre Abdalla.

O presidente da Valec, Juquinha Neves, considerou a obra como a espinha dorsal da malha ferroviária brasileira e garantiu que até dezembro a Norte-sul estará toda pronta. Destacou ainda que a partir de agora a construtora Andrade Gutierrez vai dar “um arranque” na obra mostrar que a Norte-sul é uma realidade no Brasil.

“A ferrovia Norte-sul é a espinha dorsal da malha ferroviária brasileira e vai unir as economias do Norte e Nordeste com as do Sul e Sudeste, passando pelo Centro-Oeste. Hoje vocês estão vendo que é realidade e nós estamos aqui hoje em Gurupi juntamente com o prefeito Abdalla e o diretor geral da Andrade Gutierrez para mostrar para as pessoas que daqui para frente a ferrovia Norte-sul não tem mais brincadeira é verdade é realidade”, disse Juquinha Neves.

O representante da Valec falou também sobre o impacto econômico que ferrovia trará para Gurupi, destacando a plataforma Multimodal e os incentivos para implantação de industrias no município. “A conversa que eu tive com o nosso prefeito Abdalla é que a obra está vindo com uma velocidade muito grande. Depois dela pronta é que vem o melhor para a cidade - que será a implantação das indústrias que vão aqui chegar e gerar empregos e renda para a população de Gurupi. A cidade vai receber uma verdadeira transformação com a chegada da ferrovia Norte-sul”, disse Juquinha, que enfatizou ainda a mão de obra que será empregada na obra. “Aqui nós estimamos empregar de dois mil a três mil homens que vão trabalhar aqui em Gurupi no período de 24h por dia. Num determinado período dois mil e no pico vai chegar até 3 mil homens trabalhando”, explicou.

O diretor da construtora Andrade Gutierrez, Clovis Primo, disse que a obra foi iniciada no final do ano passado, mas em decorrência das chuvas teve que diminuir o seu ritmo e que compromisso com o governo federal é de finalizar a obra até o final deste ano. “Nós estamos planejando e mobilizando a empresa para concluir esta obra neste ano. Isso é o sonho do governo federal e é uma determinação da Valec para nossa empresa. O objetivo da Andrade Gutierrez é atender o programa e o cronograma do governo federal”, declarou o representante da construtora.

Fábrica de Dormentes

Clovis Primo declarou ainda que até o fim de 2010 a Andrade Gutierrez está planejando para que até no final de junho seja iniciado um fábrica de dormentes (material de concreto utilizado para instalação da grade dos trilhos) em Gurupi. “Será uma fábrica italiana. Nós temos que fabricar cerca de 365 mil dormentes para este trecho da ferrovia de aproximadamente 200 km. Esta obra vai gerar bastante emprego e desenvolvimento para a região”, disse.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Gurupi