Esporte

Foto: Divulgação

Sem conseguir vencer na segunda fase do certame estadual, com duas derrotas e dois empates, o Interporto ocupa a quarta colocação com dois pontos e terá pela frente o Araguaina, no Mirandão em Araguaina, nesse sábado, 24 e o Tocantinópolis no Estádio General Sampaio, em Porto Nacional, na terça-feira (27/Abr).

Os comandados do técnico Jonai Lopes tiveram apenas um dia de folga, após a derrota para o Gurupi por 1x0, e já teveram que arrumar as malas para enfrentar o Araguaina. Os jogadores e comissão técnica continuam unidos e contam com o reconhecimento do trabalho realizado pelo grupo na competição.

“Nossa equipe sempre foi guerreira, perdemos jogos por falta de sorte, as bolas insistiram em não entrar no gol, coisas do futebol” Justificou o presidente do Interporto, Idjair Viana, que disse ainda, continuar acreditando na recuperação da equipe.

Para o zagueiro Luciano não existe desânimo, o propósito é vencer as duas partidas que restam nessa fase. “Temos que superar esse momento difícil, esquecer os jogos anteriores e procurar fazer os gols que faltam para conquistar as vitórias que precisamos”. Pontuou o jogador.

“Nossa proposta é dar o máximo de cada um é buscar os pontos, tão difíceis nessa segunda fase, não adianta enumerar e nem tão pouco apontar problemas, precisamos nos conscientizar de que o momento é de superação e para isto precisamos nos unir mais ainda nesses jogos que falta”, concluiu o técnico Jonai Lopes.