Geral

Foto: Divulgação

Com o objetivo de qualificar e fortalecer os fornecedores locais para que busquem a excelência de seus produtos e serviços, o Consórcio Estreito Energia (Ceste), em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL), se reuniram para que sejam indicadas as empresas que farão parte das capacitações do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (PDF). As micro e pequenas empresas que atuam nas obras da Usina Hidrelétrica Estreito são o público alvo deste projeto.

O programa terá a duração de 18 meses, quando serão oferecidos treinamentos, consultorias e auditorias nas áreas de qualidade e produtividade, gestão contábil, tributária e financeira, saúde, segurança do trabalho, meio ambiente e ainda na área de responsabilidade social.

O encontro entre as instituições serviu para que o Ceste indicasse as empresas interessadas. De acordo com o gerente regional do Sebrae-MA, Danilo Lisboa, após esse conhecimento inicial, as diretrizes do programa poderão ser apresentadas. “Acredito que muito em breve estaremos iniciando o processo. Tenho certeza que, pelas demandas encontradas aqui, seremos um programa de referência para todo o Brasil”, disse.

Para a gerente de Projetos Econômicos do Ceste, Cassandra Gelsomino Molisani, esse é o momento de se investir em excelência. “Essa é mais uma oportunidade de qualificar as empresas locais para que, uma vez concluído esse projeto, elas estejam aptas a integrar qualquer grande empreendimento do país”, declarou.

Fonte: Assessoria de Imprensa UHE Estreito