Geral

Foto: Divulgação

A solenidade de entrega da premiação foi realizada nesta terça-feira, 11/05, no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas. O evento de grande estilo recebeu convidados ilustres como o vice-governador do Tocantins, Eduardo Machado, representando o governador Carlos Henrique Gaguim; o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Júnior Coimbra; o presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae, Hugo de Carvalho; a diretoria executiva do Sebrae, entre outras autoridades como deputados, vereadores, secretários de Estado e dos municípios, os quais prestigiaram a premiação com direito a torcida e muitos aplausos. Trinta prefeitos inscreveram-se para concorrer à premiação e foram homenageados durante o evento.

Dos trinta inscritos, três prefeitos receberam troféu, certificado e selo. O prefeito de Palmas, Raul de Jesus Lustosa Filho, alcançou o lugar mais alto do pódio, ficando em primeiro lugar, em segundo ficou José Santana Neto, prefeito de Colinas do Tocantins e o terceiro lugar foi para o prefeito Manoel de Souza Pinheiro de Itacajá. Os projetos vencedores abordaram temas ligados a inovação e tecnologia, promoção a cultura empreendedora e profissionalizante, apoio a cooperação e associativismo, redução da informalidade, planejamento e estruturação do desenvolvimento sustentável, provação e implementação da lei geral e apoio a educação empreendedor e profissionalizante.

Durante a solenidade o diretor superintendente do Sebrae no Tocantins, Paulo Massuia, destacou que a missão do Sebrae com este prêmio é consolidar uma mentalidade empreendedora, ousada e inovadora nos gestores públicos. “O Prêmio na verdade não escolheu o melhor prefeito, mas selecionou o projeto que beneficiou com mais eficiência os micro e pequenos negócios do município. Os 30 gestores inscritos entenderam que o empreendedorismo não é apenas um conceito, mas uma ferramenta estratégica para o desenvolvimento sustentável de cada município”, explicou Massuia.

O presidente do Sebrae, Hugo de Carvalho, disse estar muito feliz com o crescimento da participação dos prefeitos no prêmio, ano passado foram 21, em 2010 são 30. “Esse crescimento significa que os prefeitos estão entendo a importância de estimular os micro e pequenos negócios, que diretamente significa um crescimento da economia local. O nosso desejo é que no próximo ano tenham ainda mais participantes e mais projetos desenvolvidos”. Carvalho lembrou ainda a necessidade dos prefeitos estarem implantando em seus municípios a Lei Geral.

Na próxima etapa – a fase nacional - serão premiados 11 prefeitos, sendo um de cada uma das cinco regiões do país e seis destaques temáticos: Implantação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (Lei Complementar 123/06), Compras Governamentais, Desburocratização, Formalização de Empreendimentos, Educação Empreendedora e Inovação e Políticas Municipais Voltadas ao Segmento em Médios e Grandes Municípios.

O Prêmio

Realizado de 2 em 2 anos, o Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor é concedido a prefeitos e administradores regionais do Distrito Federal que tenham implantado projetos, com resultados mensuráveis, de estímulo ao surgimento e ao desenvolvimento de micro e pequenas empresas (MPEs). Com a criação do Prêmio Prefeito Empreendedor, o Sebrae pretende reconhecer a capacidade administrativa dos gestores que elaboraram os melhores projetos e implantaram ações em favor do desenvolvimento de micro e pequenas empresas em seus municípios.

Etapa nacional

A relação de vencedores nacionais será divulgada no dia da premiação, que foi alterado de 18 para 19 de maio por conta da programação da XIII Marcha de Prefeitos a Brasília, promovida pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM). A premiação é feita paralelamente a esse evento, que ocorre nos dias 18 e 19 de maio. A cerimônia de premiação será realizada às 20h do dia 19, no Unique Palace, no Setor de Clubes Sul em Brasília, em frente ao Centro Cultural Banco do Brasil.

Os vencedores recebem troféus, certificados e uma viagem internacional para conhecer experiências de sucesso com iniciativas de incentivo aos micro e pequenos negócios e que possam servir de exemplo a ser seguido pelas prefeituras.

Os estados que, proporcionalmente, têm o maior número de inscritos são Rio de Janeiro, com 42, o que representa 46% dos seus 92 municípios. Em segundo lugar vem Rondônia, com 23 dos seus 52 municípios inscritos, representando 44% do total. Em seguida estão Alagoas e Pernambuco, cada um com participação de 30% de seus municípios. Depois, aparecem Mato Grosso (28%) e o Amazonas (26%). Empatados com 21% dos municípios, aparecem São Paulo e Tocantins, sendo que em São Paulo participam 135 dos seus 645 municípios e no Tocantins estão inscritas 30 das suas 139 cidades.

Prefeituras inscritas e homenageadas

Abreulândia, Aliança do Tocantins, Ananás, Araguaçu, Araguaína, Arraias, Augustinópolis, Aurora do Tocantins, Brasilândia do Tocantins, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Dois Irmãos do Tocantins, Goianorte, Itacajá, Juarina, Miracema do Tocantins, Miranorte, Natividade, Nazaré, Palmas, Paraíso do Tocantins, Paranã, Pau D’Arco, Pedro Afonso, Ponte Alta do Tocantins, Porto Nacional, Presidente Kennedy, Sampaio, Santa Terezinha do Tocantins e São Sebastião do Tocantins.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sebrae